Campo Grande/MS, Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 03 de Julho de 2020, 15h:43
Tamanho do texto A - A+

CNM sugere financiamento para prefeituras pagarem precatórios

Entidade afirma que municípios têm dívida de R$ 40 bilhões

Hélder Rafael
Capital News

Divulgação/CNM

Presidente da CNM, Glademir Aroldi

presidente da CNM, Glademir Aroldi

O presidente Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Glademir Aroldi, sugeriu que o Congresso Nacional crie uma linha de crédito para financiar o pagamento de precatórios municipais. A medida poderia injetar mais de R$ 40 bilhões na economia brasileira, ajudando a mitigar as consequências da pandemia da Covid-19.

 

“Os municípios têm uma dívida de R$ 40 bilhões com precatórios. Se conseguíssemos uma linha de crédito para financiarmos isto com as instituições financeiras, os municípios iriam buscar este recurso, chamar o credor e efetuar os pagamentos”, disse Aroldi ao participar de audiência pública no Congresso Nacional.

 

Aroldi lembrou que uma Emenda Constitucional aprovada há três anos, a EC nº 99/2017, estabeleceu que, no prazo de seis meses, a União deveria passar a oferecer linha de crédito para ajudar os municípios a quitarem seus títulos precatórios.

 

“E não é dinheiro do Orçamento. A União não colocaria nada [nenhum centavo]. Só provocaria a Caixa, o Banco do Brasil, e instituições privadas, a colocarem linhas de crédito à disposição [das prefeituras] para fazer frente a esta situação”, disse o presidente da CNM, acrescentando que a medida “facilitaria um pouco a vida dos gestores” municipais.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix