Campo Grande/MS, Domingo, 17 de Outubro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 24 de Setembro de 2021, 18h:56
Tamanho do texto A - A+

Deputado solicita proibição de passaporte sanitário em MS

“É um absurdo adotar uma medida como esta” diz Capitão Contar

Laryssa Maier
Capital News

Divulgação/Assessoria

Contar

 

O Deputado Estadual Capitão Contar, diz que utilizar um passaporte de vacinação como requisito para entrada ou saída é totalmente sem cabimento, uma vez que não há comprovação de que a vacina previne a transmissão.

 

Com isso, apresentou na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Projeto de Lei para proibir a exigência de passaporte sanitário de qualquer cidadão no âmbito do Estado de Mato Grosso do Sul.

 

“É um absurdo adotar uma medida como esta, mesmo porque até o momento o que se sabe é que vacinado ou não, a pessoa pode transmitir o vírus. Além disso, utilizar passaporte obrigatório, fere direitos constitucionais dos cidadãos. Para impedir que isso aconteça aqui no Estado, espero contar com o apoio de todos os parlamentares da Alems”.    

 

O texto destaca também que a exigência de passaporte seria um ato de discriminação, já que existem pessoas que não podem tomar as vacinas, como por exemplo: por motivos religiosos, médicos, entre outros.

 

1 COMENTÁRIO:

Concordo o projeto, proibindo o passaporte insano, comunista, o povo está aderindo livremento a vacina ineficaz, está cumprindo a proticolo de segurança, com gel, lavar as mãos, mascsras, distancismento etc. Parabens deputado.
enviado por: Aparecido jose da silva em 04/10/2021 às 21:35:50
0
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix