Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quarta-Feira, 02 de Outubro de 2019, 18h:11
Tamanho do texto A - A+

Diretor da Câmara de Três Lagoas desmente fake news

Não existe projeto para aumentar o salário dos vereadores

Adriana Ximenes
Capital News

Não há Projeto de Lei referente a aumento de salário ou do número de vereadores, tramitando na Câmara Municipal de Três Lagoas. O assunto foi esclarecido pelo diretor geral da Casa de Leis, André Ribeiro Bacalá, na última terça-feira (1), durante a 32ª sessão ordinária.

 

A pedido do presidente da Câmara, vereador André Bittencourt (PSDB), o diretor geral, utilizou a Tribuna da Câmara, logo, no início da sessão, para falar da divulgação feita nas redes sociais, de que havia projetos de lei prevendo aumento de subsídio dos vereadores e do número de cadeiras, na Casa de Leis.

 

“Fomos pegos de surpresa, ontem, com esta notícia. E, inclusive ficamos admirados com a divulgação, dessa informação falsa, até mesmo via carro de som, nas ruas da cidade”, frisou Bacalá.

Ele aproveitou a oportunidade para lembrar que qualquer uma das propostas exige previsão orçamentária e análise de impacto financeiro, para os próximos 5 anos, como prevê a legislação vigente.

 

Outras informações destacadas pelo diretor é que aumentando ou diminuindo o número de vereadores o duodécimo continuará sendo o mesmo, o custo para o município, não muda. 

 

Bacalá ainda lembrou que até no Congresso foi criada uma CPI, para investigar as fake news e aproveitou para informar que os representantes do Legislativo já tomaram providências com relação aos fatos. Será feito um Boletim de Ocorrência, para que se investigue quem fez a divulgação errada da tramitação dos projetos.

 

O presidente da Câmara, André Bittencourt, afirmou que é preciso deixar claro para a população, a verdade. E, quem fez a divulgação errada deve ser responsabilizado. 

 

Bittencourt também já divulgou em entrevistas, para veículos de comunicação, que quer ouvir a população sobre a questão e deverá realizar, inclusive, uma Audiência Pública.

Projetos

 

Três projetos de lei foram analisados em Plenário, na sessão desta terça-feira.

 

Veto integral ao Projeto de lei nº 79, que altera dispositivos da lei nº 2013, de 26 de outubro de 2005 e cria o Fundo Municipal de recurso antidrogas- REMAD;

 

Projeto de lei nº 172, que dispõe sobre a criação da Planta de valores imobiliários e dá outras providências;

 

Projeto de lei nº 173, que dispõe sobre o parcelamento de débitos do município de Três Lagoas com a Receita Federal, referente ao programa de formação do patrimônio do servidor público – PASEP.

 

Somente o PL nº 173 foi aprovado. A proposta é de caráter autorizativo e visa permitir o repasse de R$ 5,5 milhões, referentes a valores depositados a menos, no período de janeiro de 2015 a dezembro de 2017. 

 

Os demais projetos foram encaminhados para a CCJR (Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final), para emissão e parecer.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix