Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Julho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quarta-Feira, 20 de Maio de 2020, 17h:57
Tamanho do texto A - A+

Emenda freia aumento de funcionários comissionados na Sanesul

Proposta do deputado estadual Barbosinha altera projeto do Poder Executivo

Hélder Rafael
Capital News

ALEMS

Barbosinha pede ação do Procon para fiscalizar preço da cesta básica em MS

 

O governo do Estado apresentou projeto de lei na Assembleia Legislativa para reformular o quadro gerencial da Sanesul, estipulando quantidade de cargos em comissão de gerência, chefia e assessoramento. A proposta é uma adequação ao posicionamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que considera que cargos comissionados só podem ser criados por lei.

 

Na atual estrutura da Sanesul, de um total de 1.520 cargos existentes, 220 são comissionados, dos quais 88 são de livre nomeação. O que significa que a Lei não cria cargos novos, apenas regulariza os já existentes nas áreas de gerência, chefia e assessoramento.

 

No cenário atual da empresa, os cargos de livre nomeação estão limitados a 40% do total de comissionados, conforme o regimento interno da empresa. Por entender que essa limitação pode ser alterada facilmente, o deputado Barbosinha apresentou emenda ao Projeto de Lei para frear esse aumento no futuro.  

 

“Essa nossa emenda privilegia o princípio da transparência e faz com que qualquer elevação do limite tenha que ser solicitada ao Legislativo e justificada na real necessidade de ampliação”, explica o parlamentar. 

 

A proposta volta à pauta dos deputados estaduais na sessão desta quinta-feira (20).

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix