Campo Grande/MS, Sábado, 04 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 25 de Novembro de 2021, 18h:10
Tamanho do texto A - A+

Mandetta desiste de candidatura ao Planalto

Ex-ministro deve tentar uma vaga ao Legislativo

Silvio Ferreita
Capital News

Jefferson Rudy/Agência Senado

 CPIPANDEMIA – Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), anunciou nesta quinta-feira (25), que desistiu da pré-candidatura à Presidência da República.

A decisão teria sido tomada depois de conversas com o presidente do DEM, ACM Neto e o presidente do PSL, Luciano Bivar, futuro presidente do "União Brasil", novo partido que será formado a partir da fusão das duas legendas. 


O ex-ministro do governo Bolsonaro deve disputar uma vaga para o Senado ou para a Câmara dos Deputados pelo Mato Grosso do Sul e apoiar o ex-ministro da Justiça do governo Bolsonaro e ex-juiz, Sergio Moro, que já assumiu a sua pré-candidatura à presidência pelo Podemos.

Em tweet publicado nesta tarde, Mandetta afirma:

" Eu sempre disse que posso ser candidato ou posso apoiar outro candidato. Mas jamais desistirei do Brasil."[...] "Meu nome continua à disposição. A fusão de DEM/PSL vai amadurecer."

 

O Jornalismo do Capital News tentou contato com o ex-ministro, mas não teve sucesso até o fechamento dessa reportagem.

Com a desistência de Mandetta, o futuro partido "União" pode não contar com uma candidatura própria, já que hoje, uma ala significativa do DEM defende que a legenda não apoie nenhum candidato à presidência.

Se essa tendência se confirmar, ela  liberaria os filiados do DEM para apoiarem candidatos à Presidência de acordo com as coligações regionais que vierem a ser firmadas.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix