Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Sexta-Feira, 21 de Fevereiro de 2020, 10h:09
Tamanho do texto A - A+

Senador reativa discussões para preservar Amazônia

Segundo Nelsinho Trad é preciso mudar a visão dos europeus sobre o Brasil

Norton Soares
Capital News

Divulgação/Assessoria

Bonito tem recursos liberados de R$ 117 mil pelo Senador Nelsinho Trad

Nelsinho Trad já encaminhou a proposta ao Palácio do Planalto

Parlamento Amazônico (Parlamaz) é reativado pelo senador Nelsinho Trad (PSD/MS), que é presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE). A entrega do ofício foi feita nesta quinta-feira (20), para a secretária geral do Conselho da Organização do Tratado da Cooperação Amazônica, Maria Alexandra Moreira Lopez.

“Nós vamos realizar no dia 21 de maio a reunião”, destacou o senador Nelsinho Trad.Criado ainda em 1989, o Parlamento Amazônico envolve oito países: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Guiana, Peru, Suriname e Venezuela. Estando desativado há pelo menos cinco anos.

Segundo Nelsinho, “Precisamos ter esse grupo para garantir a preservação ambiental e o desenvolvimento sustentável do bioma amazônico. Os problemas de lá são parecidos com o do meu Estado que tem o Pantanal e enfrenta o desmatamento, as queimadas”. Afirmando ainda que embaixadores dos países vizinhos convidaram ele para num encontro do fim do ano passado, onde pediram por essa causa.

A secretária da cooperação, Maria Alexandra, acredita que a reativação do fórum internacional de discussão que reúne os países que integram a cooperação amazônica é bem vindo. Dando apoio para as discussões a respeito da preservação da floresta da região.

Quanto a visão que europeus têm das da Amazônia, o parlamentar afirmou, “Há uma péssima imagem do Brasil. Eles se sentem mesmo um pouco detentores da Amazônia, por defenderem ser o pulmão do mundo”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix