Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Segunda-Feira, 21 de Setembro de 2020, 12h:34
Tamanho do texto A - A+

Senadores pedem explicação para Araújo por visitar Pompeo na fronteira

CRE aprovou convite ao ministro das Relações Exteriores

Laryssa Maier
Capital News

Pedro França/Agência Senado

ColunaMarcoEusébio

Nelsinho 

Nesta segunda-feira (21) o senador e presidente da Comissão de Relações Exteriores no Senado, Nelson Trad Filho (PSD-MS) afirmou que convidou o ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo para explicar aos senadores a visita do secretário de Estado americano, Mike Pompeo, a Roraima na semana passada. Araújo deve explicar ao Congresso o porquê autorizou a ida do político americano para à fronteira.

 

Um grupo de senadores tentava derrubar as reuniões da Comissão de Relações Exteriores do Senado marcadas para esta segunda-feira como retaliação à visita, classificada por eles como um desrespeito à soberania brasileira e uma afronta à Venezuela. Mas após debate no início da reunião, a decisão do colegiado foi por manter as sabatinas e convidar o chanceler brasileiro a dar explicações.

 

O pedido para ouvir Ernesto Araújo partiu de Telmário Mota (Pros-RR), que, após ouvir as ponderações de outros senadores, aceitou transformar o adiamento das sabatinas em um convite ao ministro Ernesto Araújo e em uma nota de repúdio à visita de Pompeo.

 

De acordo com a Agência do Senado, o senador apontou que agora que Roraima conseguiu “pacificar” a situação migratória da Venezuela, os Estados Unidos trazem transtorno para a região ao usar o estado de palanque para a campanha eleitoral do presidente Donald Trump. Telmário pede no requerimento que o chanceler brasileiro explique a visita de Mike Pompeo.

 

Nelsinho destacou que o chanceler sempre tem atendido aos convites da comissão.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix