Campo Grande/MS, Terça-Feira, 12 de Novembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 12 de Setembro de 2019, 10h:31
Tamanho do texto A - A+

Sete matérias estão previstas para análise

Deputados estaduais analisam sete projetos durante sessão ordinária

Adriana Ximenes
Capital News

Leonardo Barbosa/Capital News

Deputados aprovam 20 projetos em sessão nesta quinta na ALMS

Deputados estaduais durante sessão nesta quinta-feira (12)

 

Sete matérias estão previstas para análise dos deputados estaduais da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), durante a sessão ordinária desta quinta-feira (12). 

 

Com parecer favorável por unanimidade  está o Projeto de Resolução 50/2019, que concede o Título de Cidadão Sul-mato-grossense, pauta do deputado Herculano Borges (Solidariedade).Também devem ir ao plenário, três proposições de autoria do Poder Executivo. O Projeto de Lei 204/2019, que altera e acrescenta dispositivos à Lei n° 2.766, de 18 de dezembro de 2003, que dispõe sobre a disciplina, a regulação, a fiscalização e o controle dos serviços públicos delegados do Estado de Mato Grosso do Sul.

 

Está em votação os projetos 209/2019 e 210/2019, que dispõem, respectivamente, sobre alterações no Estatuto dos Funcionários Públicos Civis do Poder Executivo, das Autarquias e das Fundações Públicas de Mato Grosso do Sul, e nos requisitos para o concurso público para ingresso nos Cursos de Formação das Carreiras de Oficiais e Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar.Além destes, os parlamentares devem analisar o Projeto de Lei 182/2019, de autoria do deputado Cabo Almi (PT), que assegura ao consumidor o direito de livre escolha da oficina para realizar a revisão de tempo/quilometragem de veículos fora das credenciadas ou autorizadas pelo fabricante.

 

Em primeira discussão, o Projeto de Lei 194/2019, que dispõe sobre a obrigatoriedade das provas de redação e questões dissertativas em concursos públicos, vestibulares e processos seletivos de qualquer natureza, realizados por pessoas surdas, serem corrigidas por profissionais formados em Libras e que a considerem como primeira língua. A proposição é do deputado Neno Razuk (PTB). A “Costelada Pantaneira”, evento que arrecada fundos para a APAE de Rio Negro, também pode ser incluída no Calendário Oficial de Eventos de Mato Grosso do Sul. O Projeto de Lei 200/19 é do deputado Jamilson Name (PDT).             

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix