Campo Grande/MS, Sábado, 04 de Dezembro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quarta-Feira, 24 de Novembro de 2021, 16h:06
Tamanho do texto A - A+

Tesouro Nacional eleva MS do 7º para 2º lugar em transparência no País

Ranking de Informação Contábil e Fiscal do TN foi divulgado hoje

Silvio Ferreira
Capital News

Divulgação/Assessoria

Servidores estaduais recebem salários neste fim de semana

MS subiu 5 posições no ranking do Tesouro Nacional em um ano.

Mato Grosso do Sul conquistou o 2° lugar entre os estados do País no Ranking da Qualidade de Informação Contábil e Fiscal do Tesouro Nacional de 2020, divulgado nesta quarta-feira (24) pela instituição.


O ranking avalia a consistência das informações (contábeis e fiscais) que são enviadas pelos estados ao Tesouro Nacional, por meio do Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi) e  depois disponibiliza estes dados ao acesso público.

MS conseguiu obter letra “A” com 91,47 pontos, atrás apenas de Pernambuco, com 92,6 pontos. A performance  demostra a preocupação do governo com a transparência e modernização do sistema de informações em relação das  receitas, contas e patrimônios do Estado, já que MS subiu da 7° colocação em 2019, para a vice-liderança em um ano.

“Nós enviamos esses dados ao Tesouro mensal, bimestral e quadrimestralmente, tendo que - além de cumprir os prazos solicitados - atender as exigências requisitadas e ter qualidade nas informações enviadas. Esta avaliação positiva mostra que estamos no caminho certo”, destacou a Contadora Geral do Estado, Oraide Serafim Baptista Katayama, que citou mudanças em relação a procedimentos que atenderam as exigências do Tesouro Nacional:

“Foram vários procedimentos adotados, entre eles maior rapidez para consolidar os dados mensais, até o 5° dia útil recebemos os dados de cada unidade, para consolidar e enviar no prazo certo ao Tesouro. Também começamos a registrar os dados patrimoniais em relação a todos os sistemas de informática do Estado e já começamos o levantamento também dos imóveis, para dar mais qualidade às informações”.

A lista dos cinco melhores ainda aparecem Rondônia (91,38), Espírito Santo (90,55) e Paraná (90,32).

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix