Campo Grande/MS, Terça-Feira, 02 de Junho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Política
Quinta-Feira, 21 de Maio de 2020, 17h:56
Tamanho do texto A - A+

Vereadores rejeitam pedido de transparência em cargos de programa público

Por 13 votos a 12, Câmara negou requerimento apresentado pelo vereador André Salineiro

Hélder Rafael
Capital News

Izaias Medeiros/Câmara Municipal de Campo Grande

Projeto prevê a divulgação obrigatória de medicamentos em falta nas unidades de saúde

Vereador André Salineiro

O vereador André Salineiro apresentou nesta quinta-feira (21) um requerimento pedindo informações sobre a identificação das pessoas que ocupam cargos no Programa de Inclusão Profissional (Proinc), nos diversos órgãos da Prefeitura de Campo Grande. Mas a solicitação não será encaminhada ao Executivo porque a maioria dos vereadores foi contrária.

 

Foram 13 votos contrários ao pedido de transparência e 12 a favor. O requerimento, que também contou com as assinaturas dos pelos vereadores Papy, Dharleng e Pastor Jeremias, pedia a relação completa de todos os atuais beneficiários, lotação e data de entrada no programa. 

 

Salineiro disse haver denúncias de irregularidades no Proinc, que funcionaria como “cabide de emprego”.

 

"Queremos apenas transparência. O artigo 22 da Lei 6.277/19 (que dispõe sobre a criação do programa), diz que: fica o Poder Executivo obrigado a publicar a lotação, a formação e a carga horária dos servidores públicos municipais vinculados ao Proinc. Então, realmente não entendo porque isso não é divulgado”, afirmou.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix