Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Terça-Feira, 17 de Setembro de 2019, 15h:06
Tamanho do texto A - A+

Vítima do câncer de mama explica como superou depressão após tratamento

Daiane descobriu a doença com apenas 26 anos

Laryssa Maier
Capital News

 

Denis Vamassera

Vítima do Câncer de mama explica como superou depressão após tratamento

Com diversos problemas, ela teve “Depressão pós tratamento”

Daiane Pastor é um exemplo de superação de vida, hoje com 28 anos comemora suas vitórias contra a luta com o câncer de mama. Ela foi diagnosticada aos 26 anos, com o auto exame, após biópsia descobriu que estava com um câncer de mama triplo positivo.

 

Primeiro passo após a descoberta foi a cirurgia de mastectomia nas duas mamas. Com todos os problemas de saúde, acarretou problemas financeiros, “os gastos eram muito grande com plano de saúde e remédio. Recebia ajuda de alguns amigos, fizemos ações sociais, como feijoada e rifa para levantar fundos” relatou Daiane.

 

Com diversos problemas, ela teve “Depressão pós tratamento”, “eu não sabia oque fazer, fiquei ansiosa. Eu não tinha uma renda, os gastos com os remédios diminuíram, mas o plano de saúde não. Foi quando eu comecei a compartilhar a minha história no canal do YouTube, o qual  recebi muitas meninas no Instagram que assistiram meu vídeo no YouTube e buscavam ajuda”.

Vítima do Câncer de mama explica como superou depressão após tratamento

 

 

Com o mundo intelectual, Daiane conheceu Yasmin que mora em Minas Gerais a qual tinha acabado de descobrir um nódulo na mama, diagnosticado como Mastite Crônica, e a história se repetia com mais uma mulher. Yasmim,criou um projeto solidário chamado “Missão rosa”, com o objetivo de ajudar mulheres que passam por doenças femininas, a superarem as barreiras, a depressão, que a maioria adquire após descoberta do câncer e também ajuda financeira.

 

O grupo funciona como uma corrente, onde cada uma doa laços para a nova membra do grupo, ensina a fazer os acessórios, dá dicas, o grupo presta todo um auxílio na superação. 

 

Pensando em ajudar a Daiane, foi criado o Missão Rosa hoje ela consegue tirar sua renda com as vendas dos laços, também consegue comprar suas medicações (ela precisa fazer o uso de alguns medicamentos durante um longo tempo), além do financeiro fazer laços alegra a vida dela. “Nunca imaginei que eu pudesse ser uma artesã, porque eu nunca fui delicadinha, mas comprei uns materiais e comecei a fazer. Eu me apaixonei pelo mundo dos laços e descobri uma artesã, é disso que eu tiro hoje a minha renda que me ajuda com as medicações”.

 

Atualmente o grupo está espalhado pelo Brasil, com quase 40 mulheres.

 

Serviço

Quem quiser participar do grupo pode entrar em contato diretamento com Daiane Pastor pelo telefone 67 991168416

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix