Campo Grande/MS, Domingo, 23 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
2019
Quarta-Feira, 01 de Janeiro de 2020, 08h:30
Tamanho do texto A - A+

Infraero e Governo do Estado firmam obra de R$ 39,9 milhões do Aeroporto de Campo Grande

Reforma visa melhorar atendimento aos usuários e trazer novas companhias aéreas para a Capital

Flavia Andrade
Capital News

Deurico Brandão/Capital News

Infraero e Governo do Estado firmam obra de R$ 39,9 milhões do Aeroporto de Campo Grande

Reinaldo Azambuja destaca interesse em parceria para revitalizar aeroportos de outros municípios de MS

O presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Brigadeiro do ar Hélio Paes de Barros, assinou junto ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário Nacional da Aviação Civil, Ronei Glanzmann, o pacote de obras no valor de R$ 39,9 milhões, onde o objetivo da obra é contemplar a elaboração dos projetos básicos e executivos; a reforma, ampliação e modernização do terminal de passageiros; a construção de nova Central de Utilidades, Central de Gás e Reservatórios; além da adequação das vias de acesso ao aeroporto.

Segundo o presidente da Infraero, Tenente Brigadeiro do Ar, Hélio Paes de Barros, “Temos várias sinalizações de empresas aéreas que querem voar no Brasil e o Mato Grosso do Sul aparece à frente desse processo, porque está no meio da América do Sul, temos uma relação muito forte com o Paraguai, Argentina, Chile, Peru, Bolívia e Uruguai, e aqui tem tudo para se tornar um caminho para o mercosul. Temos o capital estrangeiro de um lado e a contrapartida do governo do Estado em redução do ICMS, uma vez que o combustível da aviação contabiliza cerca de 40% de recursos de uma empresa aérea, então, fazendo a política pública e reduzindo o imposto do combustível, temos tudo para abrir para as empresas estrangeiras investirem na região”, aponta.

Para o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, “A possibilidade de poder abrir novas oportunidades para concorrências de aviação em Campo Grande, podendo abrir portas para outros locais, isso irá baratear as nossas passagens, e eu agradeço ao Carlos Marun, a importância de ele ter enquanto ministro, buscado a abertura desse caminho para Mato Grosso do Sul e Campo Grande. Precisamos ampliar as empresas para fomentar as estratégias da Infraero, é um patrimônio do brasileiro, que está fazendo um investimento para que no futuro possa ampliar e construir a parceria. Nós encaminhamos o projeto de outros aeroportos no Estado que temos interesse em fazer parceria com a Infraero, como Porto Murtinho, que também será Rota Bioceânica, entre outros municípios”, declara.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix