Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Terça-Feira, 05 de Janeiro de 2021, 12h:06
Tamanho do texto A - A+

Abrapa tem novo presidente

O Agrônomo Júlio Cézar Busato assumiu a entidade em 1º de janeiro

Laryssa Maier
Capital News

Agrolink

 Júlio Cézar Busato

Júlio Cézar Busato

No dia 1º de janeiro assumiu o comando da entidade da Abrapa (Associação Brasileira dos Produtores de Algodão), o Agrônomo Júlio Cézar Busato. Ele sucede a Milton Garbugio. Desde a criação da Abrapa, em 1999, as eleições da presidência da associação seguem uma linha sucessória pré-estabelecida na composição da diretoria, que permite saber, com antecedência e por longo prazo, os próximos presidentes.

 

Busato elencou como metas de trabalho cinco frentes: qualidade, rastreabilidade/dados, sustentabilidade, promoção e relações institucionais. Ele acredita que um dos maiores desafios é a inovação e avançar no programa Standard Brazil HVI, que trata da qualidade nos resultados de análise instrumental de fibra por HVI (High Volume Instrument). A meta é criar uma espécie de "visto" para o algodão brasileiro exportado, de modo que ele tenha, de antemão, a credibilidade do mercado. O nome ainda é provisório, e está sendo chamado de Blue Card. “Uma iniciativa a ser implementada com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que, através de um certificado, ateste a rastreabilidade e a qualidade da fibra produzida no país, por meio de um programa de autocontrole", explicou.

 

De acordo com a Ampasul, o novo presidente também pretende reforçar a área de rastreabilidade, na qual a Abrapa já tem uma estrutura que permite aos compradores e vendedores da pluma brasileira saber, através de um código de barras, o passo a passo do produto como: de que fazenda veio, onde foi beneficiado, resultados de análise de HVI. Como meta está o lançamento de uma plataforma que permita a total rastreabilidade da cadeia de fornecedores, inclusive rastrear a sustentabilidade, atestada pelo programa ABR.

 

Busato também deve dar continuidade, expandir e avançar em todos os programas da Abrapa, como o movimento Sou de Algodão e o Cotton Brazil. Também há inovações no Congresso Brasileiro do Algodão (13º CBA), que, neste ano, acontece na Bahia.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix