Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Terça-Feira, 27 de Agosto de 2019, 13h:51
Tamanho do texto A - A+

Agricultura familiar fortalece a economia regional

Por lei, 30% da produção é destinado as escolas públicas, e o restante é comercializado no Ceasa

Laryssa Maier
Especial para o Capital News

Edemir Rodrigues/Portal MS

Agricultura familiar fortalece a economia regional

Produtos sem agrotóxicos são sinônimo de saúde

Um grupo de 580 famílias campo-grandenses atendidas pela Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer), que além da parte técnica, tem papel fundamental na qualificação, e suporte com equipamentos. 

 

Para entender melhor, desde 2015, a Capital já recebeu do Governo do Estado, equipamentos como: rotoencanteirador, ensiladeira, plantadeira de mandioca, terraceador 14 discos, roçadeira hidráulica, além de seis patrulhas completas, totalizando investimentos de R$ 891 mil só em equipamentos para a agricultura familiar.

 

Grande parte da alimentação que chega à mesa das famílias brasileiras vem dos pequenos agricultores, pessoas como Vanderlei Fernandes e da esposa Maria Conceição, que produtos como alface, rabanete, beterraba, cenoura, abobrinha, cheiro verde, brócolis, couve e rúcula, são retirados da terra como alimentos prontos para consumo.

Edemir Rodrigues/Portal MS

Agricultura familiar fortalece a economia regional

O brasileiro gosta de comprar legumes, frutas e hortaliças nas barracas das feiras, em MS não é diferente

 

Madrugar para fazer as feiras de produtos orgânico na Capital, é uma rotina que já dura dez anos para os dois, enquanto os filhos cuidam da produção de 3 hectares no Indubrasil. “Lá em casa, é eu, minha esposa, dois filhos e um sobrinho”, conta. Segundo ele 100% da renda da família vem dos produtos orgânicos. “A única renda que a gente tem é isso. A gente trabalha com a produção e a comercialização”. 

 

Comprar diretamente do agricultor, incentiva a rede de produção e o estimula o consumo sustentável. Segundo assessoria, as feiras são uma oportunidade não só de levar saúde para casa, mas também de estimular a economia regional.

Edemir Rodrigues/Portal MS

Agricultura familiar fortalece a economia regional

Comprar diretamente do produtor incentiva a rede de produção

 

Por lei, 30% da produção é destinado as escolas públicas, e o restante é comercializado no Ceasa, ou levado para mais perto da população, seja nas feirinhas espalhadas pela cidade, ou no ônibus do Projeto Saladão.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix