Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Segunda-Feira, 16 de Março de 2020, 10h:13
Tamanho do texto A - A+

Competitividade da carne suína frente a bovina é histórica

De acordo com o Cepea, houve um ganho de concorrência 30,5% dos suínos

Flávio Veras
Capital News

Thiago Gomes/Susipe-PA

Foto ilustrativa de porco, suinocultura, suíno, leitão, agronegócio, rural

 

A carne suína registrou uma competitividade histórica em relação à carne bovina, segundo pesquisa do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea). De acordo com o portal especializado da CarneTec Brasil, o preço da carcaça suína em fevereiro chegou ao menor valor registrado desde outubro, enquanto o preço da carne bovina continuou subindo. 

 

“O Cepea calcula que houve um ganho de competitividade de 30,5% da carne suína em relação à bovina em fevereiro. A diferença entre os preços da carcaça especial suína e da carcaça casada bovina foi de R$ 5,81/quilo em fevereiro. No início de março, houve um recuo para R$ 5,27/kg nessa diferença, disse o Cepea em nota”, indica o portal. 

 

Em relação à mercados, a carcaça suína comum no atacado da Grande São Paulo teve alta de 0,9% na semana de 4 a 11 de março, a R$ 8,30/kg, e a carcaça suína especial subiu 0,8%, a R$ 8,68/kg, refletindo liquidez maior na primeira quinzena do mês. “Já a carcaça casada do boi comercializada teve alta de 3% na parcial do mês de março, fechando a R$ 13,97/kg na quarta-feira, valorização de 3% na parcial de março”, completa. 

 

Apesar das altas registradas nos preços no atacado da Grande São Paulo, houve queda de 3,52% no preço geral de carnes medido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) no país em fevereiro, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgadas nesta semana. 

 

“Em janeiro, o recuo no preço das carnes medido para o IPCA já tinha sido de 4,03%. Essas reduções nos valores de carnes do IPCA nos primeiros dois meses do ano ocorreram após forte alta registrada em 2019”, conclui. 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix