Campo Grande/MS, Domingo, 23 de Fevereiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2020, 14h:23
Tamanho do texto A - A+

Doenças podem diminuir o rendimento de plantações de soja em 90% no Mato Grosso do Sul

Na Showtec serão apresentadas tecnologias voltadas a agricultura

Norton Soares
Capital News

Divulgação/Fundação MS

Só em janeiro, tempo seco provoca perda de até 15% na produção de soja em MS

A agricultura de Mato Grosso do Sul deve alcançar número recorde de produtividade, acima de 52 sacas por hectare, 8,5% maior que no último registro de acordo a Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul).

O alerta fica para que os produtores, nesta fase final da lavoura, fiquem atentos no manejo correto para evitar perdas pela ocorrência de doenças e plantas daninhas.

Durante a Showtec, que começou nesta quarta-feira (22), diversos estandes vão trazer tecnologias voltadas ao combate dos males que podem afetar as plantações, dentre elas está a BASF, que apresentará uma solução para a ferrugem asiática, uma das doenças mais nocivas, que podem prejudicar de 10% até 90% o rendimento das plantas.

A empresa desenvolveu o Versatilis Plus que é um kit com duas soluções que agem de forma conjunta como medicamento para curar as plantas doentes de ferrugem asiática. Já para as ervas daninhas, será apresentado a herbicida Atectra, que atua de forma preventiva, com a aplicação antes da plantação de soja.

A 24º edição do Showtec, evento realizado pela Fundação MS entre os dias 22 a 24 de janeiro, em Maracaju.


 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix