Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 30 de Dezembro de 2020, 18h:54
Tamanho do texto A - A+

Em 2020 programa de Suzano qualificou mais de 100 profissionais

Suzano capacitou para atuar no setor florestal

Laryssa Maier
Capital News

Divulgação/Assessoria

Em 2020 programa de Suzano qualificou mais de 100 profissionais

 

O Programa de Qualificação Profissional da Suzano, referência global na fabricação de bioprodutos desenvolvidos a partir do cultivo de eucalipto, encerra 2020 com 103 novos profissionais preparados para atuar no setor florestal. No decorrer do ano, a empresa promoveu cinco cursos para a formação de novos operadores de máquinas florestais, o que corresponde a um novo profissional lançado no mercado de trabalho a cada três dias.

 

Com o objetivo de gerar emprego e renda e suprir carência no mercado, a empresa promoveu cinco cursos gratuitos para a formação de novos operadores de máquinas florestais, com turmas em Três Lagoas, Brasilândia e Água Clara

 

De acordo com a assessoria, a primeira etapa da formação ocorreu entre os meses de julho e agosto, quando foram formados 43 novos operadores por meio de uma inovação da Suzano, que adaptou todo conteúdo teórico do curso para o formato on-line.

 

Com uma carga horária de 256 horas-aulas, o curso foi dividido entre aulas teóricas, em salas de aula, e práticas, realizadas nos módulos florestais da empresa - nos dois casos, seguindo rígidas medidas de biossegurança, como uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social. Em Três Lagoas, o curso foi concluído na primeira semana de dezembro. Em Brasilândia e Água Clara, as aulas ainda estão em andamento.

 

“O ano de 2020 foi marcado por muitos desafios, mas também por muitas conquistas. A pandemia do novo coronavírus pegou o mundo de surpresa, mas conseguimos superá-los para seguir com o nosso Programa de Qualificação Profissional. Tivemos que nos reinventar e lançamos o primeiro curso de formação de operadores de máquinas florestais à distância. Recentemente retomamos os cursos presenciais com todas as medidas de biossegurança necessárias para garantir a formação segura dos participantes. Estes resultados só reforçam o compromisso que temos com o desenvolvimento social de Mato Grosso do Sul”, destaca Angela Aparecida dos Santos, gerente de Gente e Gestão da Unidade Três Lagoas da Suzano.

 

A Suzano, empresa resultante da fusão entre a Suzano Papel e Celulose e a Fibria, tem o compromisso de ser referência global no uso sustentável de recursos naturais. Líder mundial na fabricação de celulose de eucalipto e uma das maiores fabricantes de papéis da América Latina, a companhia exporta para mais de 80 países e, a partir de seus produtos, está presente na vida de mais de 2 bilhões de pessoas. Com operações de dez fábricas, além da joint operation Veracel, possui capacidade instalada de 10,9 milhões de toneladas de celulose de mercado e 1,4 milhão de toneladas de papéis por ano. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix