Campo Grande/MS, Terça-Feira, 29 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quinta-Feira, 12 de Março de 2020, 11h:15
Tamanho do texto A - A+

Exportações do agronegócio caem 6,3% em fevereiro, diz ministério

Apesar do resultado, vendas de carnes registraram o melhor resultado para fevereiro desde 2014, segundo o Governo.

Flávio Veras
Capital News

Agencia Brasil

soja

 

As exportações do agronegócio brasileiro em fevereiro caíram 6,3% na comparação com o mesmo período de 2019, segundo dados divulgados pelo Ministério da Agricultura divulgados ontem (11).

 

O saldo da balança comercial do setor no mês foi de US$ 5,35 bilhões. As vendas somaram US$ 6,41 milhões, já as importações foram de US$ 1,06 bilhão.

 

A participação do agro no total vendas externas do Brasil ficou em 39,2%.

 

As exportações de óleo de soja, carne (bovina, suína e de frango), algodão e complexo sucroalcooleiro (açúcar e álcool) tiveram desempenho favorável no resultado, segundo o governo.

 

Carnes: melhor resultado desde 2014

 

A comercialização de carnes no mercado externo ficou em US$ 1,3 bilhão (+11,3%). Houve aumento de 7,5% no volume comercializado, com 559 mil toneladas, e alta do preço médio dos produtos do.

 

Segundo o ministério, as exportações de carnes voltaram a atingir o patamar recorde de US$ 1,3 bilhão em exportações para os meses de fevereiro desde 2014.

 

"O principal item negociado no mês foi a carne bovina, com US$ 564 milhões (+9%). No que se refere à quantidade, verificou-se retração de 5,7% em relação a fevereiro de 2019, com 131 mil toneladas negociadas, mas o preço médio de exportação subiu 15,6%", diz o levantamento.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix