Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 05 de Agosto de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Quarta-Feira, 21 de Julho de 2021, 15h:21
Tamanho do texto A - A+

Operações do milho safrinha com acionamento da Proagro são prorrogadas

Medida foi determinada devido aos problemas climáticos que afetaram a produção agrícola

Lethycia Anjos
Capital News

Divulgação/AprosojaMS

Aprosoja avalia danos gerados na segunda safra de milho em MS

Produção de milho em MS

Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), comunicou a prorrogação pelo Banco do Brasil das operações de milho safrinha com acionamento do seguro agrícola ou faturamento (Proagro). A medida foi determinada em decorrência dos problemas climáticos enfrentados pelos produtores que ocasionaram perdas da safra.

 

Titular da Semagro, Jaime Verruck explica que as geadas somadas à estiagem ocasionaram danos severos à produção de milho em Mato Grosso do Sul. “Tivemos impacto significativo na safra de milho, decorrente primeiro por causa da seca e depois, já quase na colheita, pela geada, que reduziram a estimativa de colheita de 9,2 milhões de toneladas para 6 milhões. Isso tem comprometido financeiramente os produtores. Tiveram perdas significativas e não vão conseguir entregar a produção, frente a compromissos assumidos, dado que boa parte da safra já estava comercializada”, ressaltou o secretário.

 

Em 14 de julho, o Governo do Estado publicou dois novos decretos instituindo situação de emergência climática em todo Mato Grosso do Sul pelo prazo de 180 dias, em decorrência da seca e da geada que atingiram boa parte do Estado. 

 

Com isso, o Banco do Brasil determinou a prorrogação por 180 dias após o vencimento final, das operações com pedido de Proagro pendentes de deferimento no âmbito da instituição; e por 120 dias após o vencimento, as operações com apresentação do comunicado de sinistro, cujo aviso também esteja pendente de deferimento.

 

Jaime Verruck destacou a importância do seguro agrícola. “Esse instrumento tem sido ampliado ano a ano e mostra que, quanto mais nós pensarmos em mudanças climáticas e riscos climáticos, maior será a importância do seguro agrícola, como é o caso específico do milho no Mato Grosso do Sul”, explicou.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix