Campo Grande/MS, Domingo, 27 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Terça-Feira, 11 de Agosto de 2020, 12h:13
Tamanho do texto A - A+

Casos ativos da Covid-19 caem em Dourados, mas média de óbitos se mantém

Último boletim aponta 17 novos casos, mas teve mais uma morte confirmada, a nona em agosto

Rogério Vidmantas
Capital News

Bruno Concha/Secom

Coronavírus

Número de pessoas que testaram positivo em agosto é 45% menor que a média de julho

A cidade de Dourados foi considerada o epicentro da covid-19 no Mato Grosso do Sul entre os meses de maio e junho, com o maior número de casos de óbitos no Estado. Desde então a disseminação do coronavírus tem caído e, no primeiro terço de agosto, confirma pouco mais de 30 casos diariamente, número bem menor que os mais de 100 no início de junho. O reflexo direto é que o número de casos ativos (diferença entre total de casos e recuperados) tem caído consideravelmente. A média de óbitos, porém, segue elevada.

 

No boletim desta terça-feira (11), foram confirmados mais 17 casos em Dourados, atingindo um total de 4.635, sendo que destes 4.149 passaram pelo período de isolamento, não apresentam mais sintomas e tiveram alta médica. Entre os casos ativos, 409 apresentam sintomas leves e estão em isolamento domiciliar. Entre os 36 pacientes internados, 17 estão em enfermarias e 19 ocupam leitos de UTI.

 

Casos ativos em queda

 

Os primeiros 11 dias de agosto servem bem como parâmetro para mostrar a queda do contágio em Dourados. Entre o dia 1º até essa terça-feira (11) foram confirmados 341 casos, uma média diária de 31 pessoas com testagem positiva para covid-19. A diferença é grande se considerarmos números do mês anterior. Entre os dias 21 e 31 de julho, foram confirmados 562 casos, média de pouco mais de 56 por dia, uma queda de 45%.

 

A queda gradual dos casos positivos faz com que os casos ativos em Dourados também caiam na mesma proporção. No dia 21 de julho eram 3.834 casos confirmados com 2.292 pessoas já recuperadas, quase 60%. Já no dia 1º de agosto foram registrados 4.325 casos, sendo que destes, 2.997 já não apresentam sintomas e tiveram alta, aumentando esse índice para 69%. No boletim desta terça, dos 4.635 casos confirmados, 4.149 já estavam recuperados, atingindo 89,5% do total. Desconsiderando os óbitos, 439 pessoas seguem em acompanhamento médico.

 

Mortes em alta

 

Apesar dos bons números de agosto em relação aos casos confirmados, pessoas que se recuperaram e casos ativos, a média de óbitos em agosto segue alta. Nesta terça foi confirmada a nona morte em 11 dias. A vítima é mulher, 83 anos, moradora no Jardim Santo André, e estava internada no Hospital Evangélico. Ela tinha comorbidades, entre as quais hipertensão arterial sistêmica. 

 

Agora, são 64 óbitos em Dourados, uma taxa de letalidade de 1,38%. Em julho, foram registradas 29 mortes, média de quase uma por dia. A situação não mudou em agosto, com nove óbitos em 11 dias. 

 

Desde o início da pandemia, outras 27 pessoas foram vítimas da covid-19 enquanto estavam sob cuidados na rede hospitalar de Dourados, mas os óbitos foram registrados nas respectivas cidades de origem. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix