Campo Grande/MS, Domingo, 27 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Quinta-Feira, 23 de Julho de 2020, 15h:12
Tamanho do texto A - A+

Com baixo isolamento, Dourados chega a quase 4 mil casos da Covid-19

Cidade tem 51 óbitos causados pela doença desde o início da pandemia

Rogério Vidmantas
Capital News

Roque de Sá/Agência Senado

Coronavírus

Foram registrados 69 novos casos nesta quinta-feira, segundo boletim divulgado

O número de casos confirmados da covid-19 continua a aumentar em Dourados. Nesta quinta-feira (23) foi divulgado um novo boletim pelo Comitê de Gerenciamento de Crise do Coronavírus o município chega a quase 4 mil pessoas infectadas que desenvolveram a doença. Um aumento de 69 casos em relação ao dia anterior.

 

De acordo com o boletim, são 3.984 casos testados positivo desde o início da pandemia. Destes casos, 2.307 pessoas já passaram pelo período de quarentena, não apresentam mais sintomas e tiveram alta médica. Por outro lado, 51 pessoas não resistiram à doença e morreram.

 

Entre as pessoas que estão com o vírus ativo, 1.597 apresentam sintomas leves e estão em isolamento domiciliar. Sob cuidados médicos estão 56 pessoas, destas 29 estão em enfermarias e 27 em leitos de unidades de terapia intensiva (UTI).

 

Isolamento

 

Os números têm reflexo direto da baixa taxa de isolamento na cidade. Segundo dados divulgados pelo Governo do Estado referentes à última segunda-feira (20), Dourados aparece com 37,8%, bem abaixo da taxa recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS), entre 60% e 70%, taxa não atingida por nenhuma cidade no Estado.

 

Apenas dois municípios sul-mato-grossenses estão acima de 50% na taxa de isolamento. A cidade de Juti apresenta o maior índice com 52,6% enquanto Anaurilândia cravou 50%. Já na pior colocação do ranking está Laguna Carapã com 23,3%.

 

Na média geral, Mato Grosso do Sul está com 37,03%. No índice de isolamento por Estado fica na frente somente do Paraná, com a mesma marca, Goiás (36,43%) e Tocantins (35,13%).

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix