Campo Grande/MS, Sábado, 21 de Outubro de 2017 | 23:46
27˚
(67) 3042-4141
Trânsito
Quarta-Feira, 27 de Setembro de 2017, 08h:02
Tamanho do texto A - A+

Duas pessoas morrem carbonizadas em acidente no Centro da Capital

Carro que pegou fogo pertence a um guarda municipal, mas não se sabe se ele está entre os mortos

Laura Holsback
Capital News

Recebido via WhatsApp

Duas pessoas morrem carbonizadas em acidente no Centro da Capital

Acidente aconteceu na Avenida Mato Grosso, na madrugada

Duas pessoas morreram totalmente carbonizadas em acidente de trânsito ocorrido no Centro de Campo Grande, por volta das 2h desta quarta-feira (27), na avenida Mato Grosso, entre as ruas Pedro Celestino e Rui Barbosa.

Segundo informações do Boletim de Ocorrência, policiais apuraram no local que o condutor de um Honda/City bateu em um poste de iluminação pública. Devido ao impacto, o carro pegou fogo e duas pessoas que estavam como ocupantes morreram queimadas. A causa do acidente ainda é desconhecida.

Não foi possível identificar o sexo das vítimas. Pela manhã, irmã de um guarda municipal que é dono do automóvel compareceu à delegacia. Mas ainda não foi confirmado se era ele mesmo quem estava no veículo.

A irmã do guarda municipal conversou com a reportagem do Capital News e disse acreditar que não era ele quem estivesse no automóvel. “A equipe da funerária falou que a pessoa que dirigia era bem baixa e o passageiro alto. Nenhuma dessas alturas condizem com a do meu irmão. Além disso, testemunhas disseram que viram ocupantes em alta velocidade momentos antes, gritando, fazendo arruaça. Esse não é o perfil do meu irmão. Acreditamos que o carro possa ter sido roubado. Mas se foi, cadê o meu irmão?”, questionou emocionada.

Ainda de acordo com a mulher, o dono do carro havia saído da casa onde mora com a esposa às 20h de ontem, dizendo que iria apenas receber dinheiro de um aluno de autoescola, já que além de servidor municipal ele também é instrutor. Mas devido a demora, à meia-noite a esposa dele telefonou e as ligações caíam diretamente na caixa postal.

A mulher disse que vai no Instituto de Medicina e Odontologia Legal (Imol) levar exames de raio-x e também exames da arcada dentária do guarda municipal para tentar saber se realmente é ele uma das pessoas que acabou morta no acidente.

Inquérito foi aberto na Polícia Civil para investigação.

 

 Saiba mais

  Irmã de guarda municipal reconhece corpo de servidor morto em acidente

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix