Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 03 de Junho de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Esporte
Sábado, 09 de Maio de 2020, 09h:53
Tamanho do texto A - A+

Fluminense e Botafogo não concordam com retorno do Campeonato Carioca

Nota divulgada pela Ferj leva assinatura de 13 clubes, inclusive Flamengo e Vasco

Rogério Vidmantas
Capital News

Marco Antônio Rezende/Prefeitura do Rio

Maracanã

Por enquanto o Maracanã segue sem futebol nas próximas semanas

Não há consenso entre os clubes que disputam o Campeonato Carioca para o retorno da competição, que segue suspensa. Entre os grandes, Botafogo e Fluminense não assinaram nota oficial de esclarecimento publicada nesta sexta-feira (8) pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj). Flamengo e Vasco assinaram junto com os demais 11 clubes que disputam a competição. 

 

As posições divergentes ficam evidentes na justificativa do presidente do Botafogo, Nelson Mufarrej, do porquê não assinou o documento. “É questão de coerência o nosso posicionamento público. Estamos próximos ao pico da pandemia com o sistema de saúde perto da asfixia e o que mais se fala é em lockdown”. O dirigente defende a ideia de que o futebol pode esperar. “O retorno tem que ser orgânico. Respeito a atitude dos demais clubes, mas entendemos ser a hora de preservar a saúde de todos e por isso não assinamos”, completou.

 

A nota de esclarecimento da Ferj menciona que “por inúmeros motivos os clubes desejam retornar as suas atividades o mais breve que lhes for possível e permitido, e estão prontos para reiniciar, em primeira fase, tão somente os treinamentos, de forma responsável, restrita, reduzida, sob vigilância, sem  aglomerações ou presença de público e em obediência a um rigoroso protocolo médico de normas e procedimentos imperativos , sempre comprometidos com a preservação da integridade da saúde de todos os envolvidos e também em atenção às medidas de prevenção e combate à disseminação da COVID”.

 

O Fluminense explicou, por meio de nota oficial publicada no site do clube, o motivo pelo qual não assinou a carta da Ferj. “Não é o momento do futebol brasileiro dar qualquer sinalização de retorno do esporte quando o país inteiro, particularmente o Rio de Janeiro, está com extrema dificuldade de cumprir o isolamento social necessário para reduzir o número de contaminações e mortes”.

 

Vasco e Flamengo ainda não haviam se manifestado até o fechamento desta edição. Além dos dois clubes, assinaram a nota da Ferj: América, Americano, Bangu, Boavista, Cabofriense, Friburguense, Madureira, Nova Iguaçu, Portuguesa, Resende e Volta Redonda.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix