CapitalNews

Domingo, 16 de Fevereiro de 2020, 12h:23

4 bibliotecas impressionantes para conhecer em sua próxima viagem

Por Raphael Granucci

Da coluna Viagens
Artigo de responsabilidade do autor

Construções encantam pela arquitetura e pelo tamanho do acervo

 

Santuário dos amantes do conhecimento e entusiastas da literatura, as bibliotecas nem sempre são lembradas enquanto atrações válidas para se visitar durante uma viagem. Menos populares do que os museus, elas podem ser tão ou mais interessantes que as galerias de pinturas e esculturas -- basta saber apreciar. A arquitetura e o acervo de obras são apenas alguns dos pontos a serem explorados, sem contar a possibilidade de aprender mais sobre a rotina e a cultura local. Abaixo, listamos quatro exemplos de bibliotecas belas e impressionantes espalhadas pelo mundo:

1.    Biblioteca Vasconcelos, Cidade do México (México)

Divulgação

ColunaViagens

Localizada na Cidade do México, capital mexicana, a Biblioteca Vasconcelos ocupa um prédio peculiar, capaz de aumentar suas estantes para acompanhar a expansão de seu acervo, que atualmente conta com 600 mil títulos (entre livros, fotolivro, CDs, DVDs, revistas e jornais). A biblioteca, idealizada pelo arquiteto Alberto Kalach e batizada em homenagem ao filósofo e educador José Vasconcelos, foi inaugurada em 2006 e desde então é uma das mais visitadas da América Latina. Ampla, luminosa e moderna, a construção conta ainda com um jardim botânico de 26 mil metros quadrados e mais de 60 mil plantas.

2.    Klementinum, Praga (República Tcheca)

Divulgação

ColunaViagens

Com séculos de história, o Klementinum, complexo de construções que atualmente abriga a Biblioteca Nacional da República Tcheca, foi fundado originalmente em 1556 por padres Jesuítas. A construção barroca, localizada no centro histórico de Prada, é uma das mais belas do mundo. Seu acervo não é dos maiores, com algo em torno de 20 mil títulos, mas conta com obras raras, a exemplo de um dos registros meteorológicos mais antigos da Europa, guardado na Sala dos Meridianos. A visita guiada torna possível conhecer tanto a arquitetura como a história do prédio, além de passear pelo salão com afrescos do pintor Jan Hiebl e subir na Torre Astronômica com vista para a cidade.

3.     Bibliotheca Alexandrina, Alexandria (Egito)

Divulgação

ColunaViagens

A versão moderna da Biblioteca de Alexandria, inaugurada em 2002, muitos séculos depois da original ser consumida pelo fogo, é uma construção que impressiona pelo tamanho. O prédio circular de design contemporâneo possui 11 andares e um acervo com quatro milhões de obras, com possibilidade de se expandir para abrigar o dobro disso. A forma faz referência à natureza cíclica do conhecimento e sua fachada apresenta painéis com caracteres de todos os alfabetos conhecidos no mundo. Além da biblioteca, o edifício de 160 metros de diâmetro e 32 metros de altura também abriga um planetário, museus, escola de ciências e instalações de conservação.

4.    Biblioteca Pública de Stuttgart (Alemanha)

Divulgação

ColunaViagens

Desenhado pelo arquiteto coreano Eun Young Yi, o prédio que abriga a Biblioteca Pública de Stuttgart, na Alemanha, chama a atenção pelo minimalismo e pela simetria, atraindo, além dos apaixonados por livros, aficionados por design, fotografia e arquitetura. Inaugurada em 2011, a construção possui oito andares e lembra um cubo. As paredes brancas são contrastadas apenas pelo colorido dos livros e pelos sofás azuis espalhados pelo espaço. No último andar, é possível acessar o mirante e apreciar uma vista de 360 graus da cidade.

 

 



 


 


Fonte: CapitalNews

Visite o website: wwww.capitalnews.com.br