Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Polícia
Quarta-Feira, 09 de Outubro de 2019, 15h:09
Tamanho do texto A - A+

Fraudes no Fome Zero somaram mais de R$ 3 milhões

Vários documentos foram apreendidos com a operação

Elaine Silva
Capital News

 

Deurico/Capital News

Fraudes no Fome Zero somaram mais de R$ 3 milhões

Fraude aconteceram em cinco anos

A Operação Pesticida, apontou um desvio de mais de R$ 3 milhõe nas verbas federais do programa Fome Zero. Quatro cooperativas e associações foram investigadas nos municípios de Terenos, Caracol, Jardim e Bodoquena. 

 

Somente em Jardim, a cooperativa que deveria receber recursos repassados pelo Conab teria recebido apenas 15% de direito. Conforme o delegado Iuri de Oliveira, foram apreendidos um grande volume com a apreensão de vários documentos, que implicam servidores nos desvios de verbas que deveriam chegar às cooperativas e aos produtores. 

 

Ao todo nove servidores, sendo um da cidade de Corumbá, serão afastados parcialmente, e oito da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), afastados parcialmente, mais o superintendente, que atuava com cargo comissionado, na época alvo da operação

 

O Conab que era responsável por fazer os repasses do Governo Federal ficava com parte das verbas, após fraudar cadastros de produtores que não estavam no programa e também de alimentos que não existiam na lista para o repasse.

 

Operação

Em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) a Polícia Federal deflagrou a Operação Pesticida em combate a fraudes do programa do Governo Federal Fome Zero em cinco municípios de Mato Grosso do Sul. A ação aconteceu nesta quarta-feira (09) e estão sendo cumpridos cinco mandados de Busca e Apreensão em Campo Grande, Corumbá, Terenos, Bodoquena e Caracol, além da realização de oitivas simultâneas de 06 testemunhas.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix