Campo Grande/MS, Domingo, 13 de Junho de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Domingo, 14 de Março de 2021, 12h:23
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Projeção indica crescimento de 10,2% no mercado de motocicletas

Por Raphael Granucci

Da coluna Viagens
Artigo de responsabilidade do autor

Previsão é de que indústria brasileira produza mais de um milhão de motocicletas em 2021, recuperando-se do prejuízo da pandemia

iStock

ColunaViagens

Após um 2020 repleto de desafios e prejuízos, consequências da pandemia do Covid-19, 2021 já oferece uma perspectiva de melhora para o mercado de motocicletas no Brasil. Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) aponta que as fábricas de motocicletas concentradas no Polo Industrial de Manaus produziram cerca de 1,06 milhão de motos ao longo do ano.


Em 2020, foram 961.986 motocicletas fabricadas em território nacional, ou seja, caso a previsão se concretize, já representaria um aumento de 10,2% no mercado de motos. Também existe uma expectativa de melhora no licenciamento de veículos, onde se espera que haja um aumento de, pelo menos, 7% (980 mil motos licenciadas ao longo do ano), assim como nas exportações, com aumento de, aproximadamente, 18% (cerca de 40 mil unidades).


Mesmo com a crise, a procura por motocicletas entre março e novembro de 2020 ainda foi alta, como aponta uma pesquisa realizada pelo Mercado Livre. A intenção de compra teve crescimento de 40%, com destaque para os modelos de baixa cilindrada, que tiveram um aumento de 86%. Acredita-se que essa alta se dá pela demanda maior nos serviços de delivery e também pelo receio de usar transporte público durante a pandemia.


As motos também foram a alternativa que muitos encontraram para manter as viagens em dia nesses tempos de pandemia. O chamado “mototurismo” apresentou um crescimento considerável, já que a estrada é a solução perfeita para quem quer sair da rotina de forma segura e longe de aglomerações. Campo Grande (Mato Grosso do Sul), Amparo (São Paulo) e Serra Gaúcha foram alguns dos destinos preferidos dos motociclistas ao longo de 2020.


A pandemia ainda está longe de acabar, como os números continuam mostrando. O processo de vacinação está avançando em um ritmo muito lento, então essas viagens mais isoladas continuam sendo a melhor opção de fazer um passeio seguro. Aqueles que pretendem embarcar nesta onda não podem se esquecer dos equipamentos de segurança básica, como capacete shark, roupas com proteção, joelheiras, cotoveleiras, luvas, etc.


Segundo a Abraciclo, a chegada da vacina será um ponto-chave para a recuperação do mercado de motocicletas e, por isso, a produção de novos veículos continuará em ascensão nos próximos meses. Para aqueles que ainda não possuem uma moto ou estão pensando em trocar de modelo, agora pode ser um bom momento para isso.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix