Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 30 de Setembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 02 de Junho de 2020, 11h:59
Tamanho do texto A - A+

Bonito estima retorno das atividades turísticas em Julho

Demissões alcançam 29% ainda permanecendo abaixo do numero de funcionários mantidos

Juliana Brum
Capital News

Divulgação / GOV MS

Bonito estima retorno das atividades turísticas em Julho

Empresários mantêm funcionários e pretendem reabrir o próximo mês

Devido a Pandemia os segmentos de turismo de Bonito, um dos principais destinos de Mato Grosso do Sul tem sofrido com a suspensão das atividades turísticas que haviam sido cogitadas retornarem neste inicio de mês de julho, mas a previsão é que em julho possa de forma gradativa voltar ao funcionamento.

 

As empresas avançam com muita responsabilidade e rigor no cumprimento os protocolos de biossegurança para retomar as atividades de visitação a partir de julho, em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Os procedimentos estão sendo elaborados com o apoio do Sebrae, Sesi (Sistema Fiems) e Fundação de Turismo do Estado (Fundtur-MS).

 

A abertura dos atrativos, bem como hotéis, pousadas e demais meios de hospedagem foi liberada pela prefeitura a partir de 1º de junho, contudo os empresários do setor estimam que os serviços retomarão gradativamente somente em julho. “Teremos mais um mês de adaptação, para aquisição dos EPIs e treinar o pessoal. Nossa preocupação é com a segurança das pessoas”, afirma Gitane Klain, presidente da ABH (Associação Bonitense de Hotelaria).

 

A ABH e o Instituto de Desenvolvimento de Bonito (IDB) já entregaram o protocolo de biossegurança do setor de hospedagem, elaborado pelo Sebrae e consultoria do Sesi. O documento foi aprovado pela prefeitura e disponibilizado aos empresários para cumprimento e adequações. Também com o apoio do Sebrae e Sesi, a Atratur (Associação de Atrativos Turísticos de Bonito e Região) deve fazer o mesmo ao longo da semana.

 

O documento contém todas as recomendações necessárias para hotéis, pousadas e demais meios de hospedagem readequarem o atendimento durante a pandemia do novo coronavírus. Ele detalha as medidas de atendimento ao cliente, o uso de locais compartilhados, como piscinas, academias, locais de prática esportiva e restaurantes; procedimentos de lavanderia; uso de elevadores; limpeza dos quartos e ambientes, medidas a serem adotadas caso um cliente teste positivo para o Covid-19, entre outros.

 

O protocolo destaca também todas as medidas de segurança já conhecidas, como disponibilidade de álcool 70% em locais de fácil acesso, uso obrigatório de máscaras para funcionários e clientes, janelas e portas abertas em locais de fluxo de pessoas, demarcações de distanciamento e higienização frequente de objetos compartilhados, como máquina de cartão e cardápios, manipulação de alimentos e uso de espaços coletivos.

 

O Observatório do Turismo e Eventos de Bonito (OTEB), coordenado pelo Bonito Convention & Visitors Bureau, com o apoio da Fundtur-MS, realizou em maio pesquisa de sondagem empresarial para levantar o número de demissões provocadas pela pandemia do coronavírus no setor turístico. De acordo com o levantamento, 71% dos colaboradores registrados antes da quarentena foram mantidos nas empresas. As demissões (29%) equivalem a 566 funcionários.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix