Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 22 de Fevereiro de 2020, 12h:56
Tamanho do texto A - A+

Capital terá números de câmera de segurança dobrados neste ano

Devem ser instaladas 32 câmeras com a conclusão do

Norton Soares
Capital News

 

Divulgação/ PMCG

Novas câmeras fazem monitoramento constante da 14 de julho

Câmeras de videomonitoramento garantem mais segurança para compras no Centro

Número de câmeras de monitoramento deve dobrar neste ano em Campo Grande. A previsão é que até o final de 2020, estejam funcionando 71 câmeras na cidade, em especial na região do Centro.

 

Devem ser instaladas 32 câmeras no do Corredor de Ônibus da Rui Barbosa, ainda neste ano. Os equipamentos serão posicionados com 150 metros de distância, ainda na fase de obras do local. Atualmente, a Rua 14 de Julho, da Av. Fernando Correa da Costa até a Av. Mato Grosso; o perímetro Central, no quadrilátero entre a Rui Barbosa, Calógeras, Mato Grosso e 26 de Agosto, Cabeça de Boi e Orla Morena são monitorados por câmeras.

 

“É uma vigilância eletrônica 24 horas. Ela grava todos os acontecimentos neste perímetro durante 30 dias. As gravações podem ser usadas como prova em processo criminal ou Juízo em geral. As pessoas que tiverem seus carros furtados ou se envolverem em acidentes podem requerer a cópia para efeito de prova”, explica o prefeito Marquinhos Trad.

 

Conforme Valério Azambuja, secretário Especial de Segurança e Defesa Social, o sistema funciona tanto como prova criminal ou civil, quanto atendimento da ocorrência de imediato. O secretário ainda afirma que na Praça Ary Coelho está uma equipe da Guarda Municipal, que por meio da tecnologia pode ir mais rápido a locais de ocorrência. Além de poupar recursos, uma vez que o trabalho de 30 homens que faziam a segurança da região, agora é feito por apenas seis, monitorando.

 

“Eu reduzo o custo desta mão de obra e tenho uma eficiência muito maior. Em poucos meses de ampliação do videomonitoramento, já foi possível captar roubos, furtos, arrombamentos de veículos, o que tem levado há uma queda significativa dos crimes”, finalizou Valério Azambuja.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix