Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 10 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 07 de Julho de 2020, 12h:15
Tamanho do texto A - A+

Casos de dengue têm redução de 57% em Campo Grande

Balanço é referente ao primeiro semestre de 2020

Elaine Silva
Capital News

Denilson Secreta

Prefeito lança 4ª etapa de combate ao mosquito da dengue

Medidas continuam em combate a dengue

Nos seis primeiro meses de 2020, Campo Grande teve uma redução de 57% nos casos notificados de dengue. De acordo com o balanço em comparação ao mesmo periodo do ano passado. 

 

Seguindo os dados divulgados pelo Serviço de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) em comparação com o mesmo período do ano passado, a queda representa uma diferença de mais de 21 mil casos. Até o fim de junho do ano passado, o município registrou 390 casos de zika e 199 de chikungunya. Já no mesmo período deste ano, foram 102 casos de zika e 82 de chikungunya.

 

Conforme o levantamento, de 01 de janeiro até o dia 30 de junho deste ano, foram notificados 15.996 casos de dengue no Município, sendo 10.371 confirmados. Já no mesmo período do ano passado, foram 37.802 notificações e 19.485 casos confirmados, o que representa uma redução de 57%, ou o equivalente a 21.806 casos. O número de óbitos também caiu de 8 para 7.

 

 

Em fevereiro deste ano foi declarado situação de emergência no município de Campo Grande frente ao aumento no número de casos de dengue, sendo instituído um grupo intersetorial para execução do plano de enfrentamento a epidemia da doença. Conforme a Prefeitura de Campo Grande, como estratégia para reduzir o número de casos, a Prefeitura de Campo Grande desencadeou a operação “Mosquito Zero”, envolvendo todos os órgãos municipais e com apoio da sociedade cívil organizada e instituições públicas e privadas.

 

A ação foi realizada nos sete distritos de Campo Grande, tendo vistoriado mais de 50 mil imóveis, eliminado 37 mil depósitos e 1,6 mil focos do mosquito Aedes aegypti. Mais de 2 mil imóveis abandonados também foram inspecionados com auxílio de um chaveiro e 10 mil quarteirões de diversos bairros receberam o fumacê como complemento às atividades de campo.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix