Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 02 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 07 de Fevereiro de 2020, 11h:12
Tamanho do texto A - A+

Estado investe R$ 860 mil em formação de Medicina

Alunos devem estagiar em cidades do interior neste ano

Norton Soares
Capital News

Chico Ribeiro/ MSGOV

Estado investe R$ 860 mil em formação de Medicina

Reinaldo Azambuja assinou o convênio nesta quinta

Investimento de R$ 860 mil para o curso de Medicina da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (Uems) deve garantir melhores condições para a formação na área. Estudantes devem fazer estágio em cidades do interior, aumentando os atendimentos de unidades públicas ainda este ano.

 

Anúncio veio logo após a assinatura de convênio do Governador Reinaldo Azambuja nesta quinta-feira (6). Conforme o Governador, os recursos são destinados a “aquisição de acervo bibliográfico, equipamentos permanentes e materiais de laboratório”. As ferramentas devem melhorar as condições do aprendizado dos alunos.

Aberta em 2015, a faculdade de Medicina da Uems já está com alunos em seu sexto ano. Conforme a grade, chegou a hora de cumprirem estágio obrigatório denominado ‘internato regional’, em até 25 municípios do Estado.

Segundo o reitor da Universidade,  Laércio Alves, essa medida fortalece o curso, tanto em renome, quanto em qualificação. “É um projeto pioneiro que leva médicos para onde a população precisa”, completou.

Entre as cidades onde serão cumpridos os estágios estão Amambai, Anastácio, Anaurilândia, Aquidauana, Aral Moreira, Bela Vista, Bodoquena, Bonito, Caarapó, Cassilândia, Corguinho, Corumbá, Dois Irmãos do Buriti, Inocência, Itaporã, Jaraguari, Jateí, Juti, Mundo Novo, Nioaque, Rio Negro, Rio Verde de Mato Grosso, Rochedo, Selvíria e Vicentina.

São no mínimo duas vagas de estágio em cada cidade, onde os alunos devem receber auxílio de R$ 800 mensais, além de hospedagem e alimentação.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix