Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019, 10h:57
Tamanho do texto A - A+

Fronteira da Bolívia com Corumbá é desbloqueada

Pedestres e ambulâncias em casos de emergência podiam circular pela faixa fronteiriça

Elaine Silva
Capital News

 

Anderson Gallo/ Diário Corumbaense

Fronteira da Bolívia com Corumbá é desbloqueada

Desbloqueio aconteceu nesta terça-feira

Após 21 dias fechada a fronteira da Bolívia com Corumbá reabriu nesta terça-feira (13). O bloqueio começou no dia 23 de outubro, em adesão à greve geral convocada pelo Comitê Cívico de Santa Cruz de la Sierra após a eleição presidencial, quando Evo Morales foi anunciado como vencedor, no primeiro turno, para o quarto mandato. 

 

A ação gerou consequências não só para a Bolívia, segundo o site Diário Corumbaense, mas também para a economia de Corumbá. Cálculos da Associação Comercial e Industrial revelaram que o setor deixou de faturar cerca de R$ 300 mil por dia. 

 

O desbloqueio é consequência da autoproclamação da senadora Janine Añez à presidência provisória da Bolívia, em ato oficial realizado na terça-feira. Ela era a próxima da linha sucessória depois da renúncia de Morales, do vice, Álvaro García Linera, da senadora Adriana Salvatierra e do deputado Victor Borda.

 

Motivo

O bloqueio aconteceu após denúncias de fraude no sistema de apuração, o que foi confirmado depois pela auditoria da Organização dos Estados Americanos (OEA), lideranças contrárias a Evo, bloquearam estradas, ferrovias e fecharam a fronteira das cidades de Arroyo Concepción, Puerto Quijarro e Puerto Suárez com Corumbá. 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix