Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 22 de Janeiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Quinta-Feira, 20 de Setembro de 2018, 16h:51
Tamanho do texto A - A+

Justiça nega pedido isolado de filho do ex-governador André Puccinelli

André Puccinelli Júnior ingressou com pedido de substituição da prisão preventiva por domiciliar

Leonardo Barbosa
Capital News

Reprodução

Justiça nega pedido isolado de filho do ex-governador André Puccinelli

André Puccinelli Júnior é filho do ex-governador do MS que leva o mesmo nome

Foi publicado no Diário Oficial da Justiça Federal desta quinta-feira (20), uma decisão do juiz federal Sócrates Leão Vieira Cruz, substituto na 3ª Vara Criminal Federal de Campo Grande, que na última segunda-feira (17), negou um pedido de substituição de sentença do filho do ex-governador André Puccinelli, o advogado André Puccinelli Júnior, preso junto ao pai desde o dia 20 de julho.

 

Puccinelli Júnior, ele se utilizou do fato da extinção do Instituto Ícone, apontado como operador financeiro de propina durante as investigações da Operação Lama Asfáltica, para solicitar a revogação de sua prisão ou a substituição da prisão preventiva, por prisão domiciliar. O advogado também alegou ser o único responsável legal de seus dois filhos, menores de 12 anos, que poderiam estar passando por dificuldades com a ausência do pai.

 

Contudo, o juiz negou o pedido, mantendo André Puccinelli Júnior preso no Centro de Triagem de Campo Grande. De acordo com a decisão do magistrado, o pedido do advogado não “preenche os requisitos legais”. O juiz também alegou que a mão dos filhos de Puccinelli Júnior possui plenas condições de, na ausência paterna, assumir a responsabilidade pelo cuidado dos filhos menores”.

 

André Puccinelli Júnior é investigado em operação que investiga crimes de desvio e lavagem de dinheiro, organização para o crime e peculato, durante a gestão de seu pai no Governo do Estado.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix