Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Domingo, 03 de Novembro de 2019, 08h:21
Tamanho do texto A - A+

Mais de 70 mil pessoas devem fazer a prova do Enem no Estado

Em MS a abertura dos portões será as 11 horas, fechamento dos portões 12 horas

Laryssa Maier
Capital News

Agência Brasil

Termina hoje prazo de inscrição do Encceja

De acordo no Inep, a maior parte do público que vai prestar o exame nos dias 3 e 10 de novembro, é feminino, com 41.254 inscrições

As provas do Enem 2019 estão marcadas para os dias 3 e 10 de novembro. Mais de 5 milhões de estudantes farão as provas. As inscrições para o Enem encerraram no dia 17 de maio. 

 

No Estado de Mato Grosso do Sul, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), 70.396 pessoas participarão do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

 

Os portões de acesso aos locais de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) serão abertos e fechados em horários diferentes nos estados. Pela extensão territorial do país, existem diferentes fusos horários. Em Mato Grosso do Sul abertura dos portões será as 11 horas, fechamento dos portões 12 horas, início das provas – 12h30 e término das provas – 18 horas.

 

Os inscritos que ainda não confirmaram o local da prova, devem acessar o Cartão de Inscrição do Enem 2019, que foi disponibilizado no dia 16 de outubro. O cartão contém as informações sobre local, sala e horário de prova.

 

As notas do Enem 2019 poderão ser usadas para ingresso no ensino superior. Por um instituição pública por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), com bolsa parcial ou integral em faculdade particular com o Programa Universidade para Todos (ProUni) ou financiar sua faculdade por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES). Além disso, é possível estudar em Portugal com as notas do Enem.

 

As novidades e mudanças do Enem 2019 serão voltadas especificamente para a redução de custos por meio de duas formas: diminuição das folhas para cálculos (rascunhos) e substituição da tecnologia de coleta de impressão digital por uma mais barata.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix