Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 03 de Dezembro de 2019, 09h:51
Tamanho do texto A - A+

No ranking de mau atendimento bancos e financeiras lideram a competição

Conforme um levantamento realizado pelo Procon Estadual

Laryssa Maier
Capital News

Procon/MS

Lei vem sendo desrespeitada em instituições bancárias

Vários outros bancos, entre os quais o Banco do Brasil, Santander, Panamericano, Itaú Unibanco, Safra e Banrisul também são alvo de reclamações

De acordo com o levantamento do Procon/MS no ranking de mau atendimentos, bacons e instituições financeiras estão em primeiro lugar. O atendimento do Procon em relação a empresas do sistema financeiro no qual fica demonstrado que os serviços estão aquém do que poderia ser considerado razoável. Foram verificados 28 CNPJ diferentes.

 

Tratando de relação de consumo, organizações financeiras só são superadas em prestação de serviço de má qualidade, pelas concessionárias de serviços públicos. E, no ranking apresentado em termos comparativos entre os anos 2 017 e 2 018 e entre 2 018 e 2 019, o Banco Bradesco lidera as denúncias por mau atendimento, seguido de perto pela Bradescard nos dois primeiros anos da verificação. Já em comparação com 2 019, o mesmo banco continua líder seguido pelo BMG.

 

Vale ressaltar que, também integrante do grupo, o Banco Bradesco Financiamentos, consta entre os piores prestadores de serviços nos dois períodos. Nos dois levantamentos a Caixa Econômica Federal ocupa o terceiro lugar no volume de atendimento de cidadãos pelo órgão estadual  de defesa do consumidor. Vários outros bancos, entre os quais o Banco do Brasil, Santander, Panamericano, Itaú Unibanco, Safra e Banrisul também são alvo de  reclamações.

 

O levantamento, entretanto, não se limitou a organizações bancárias. Financeiras administradoras  de cartões também se encontram posicionadas com grande número de irregularidades. Como exemplo, temos Pernambucanas, Midway S.A, Calcard, Crefisa, BV Financeira,  Luizacred, Cetelem, Losango  e Aymoré Crédito, Financiamento e Investimento S.A., entre outras. Administradoras de consórcios não ficaram de fora. O mau atendimento foi denunciado em relação a Multimarcas, consórcios nacionais Volkswagen e Honda.

 

Levantamento realizado pelo setor de Pesquisas da Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor – Procon/MS, órgão integrante da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho – Sedhast, apresenta 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix