Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 25 de Novembro de 2019, 16h:54
Tamanho do texto A - A+

Nova Gameleira será inaugurada terça-feira

Com o novo presídio sistema prisional o Estado ganha 603 novas vagas

Laryssa Maier
Capital News

Divulgação/ Portal MS

Gameleira

Detentos terão a disposição sala de informática e biblioteca

Novo presídio de regime fechado da Gameleira será inaugurado nesta terça-feira (26) na Capital. Com 603 novas vagas, a Penitenciária Estadual Masculina de Regime Fechado da Gameleira, em Campo Grande, será inaugurada às 9h. 

 

Uma realização do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, juntamente com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) e a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen).

 

Com investimento de mais de R$ 18,9 milhões, sendo R$ 14,5 milhões oriundos de recursos federais do Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e R$ 4,3 milhões do Estado, a unidade penal conta com uma área total de 18,1 mil m² e mais de 5,7 mil m² de área construída, sendo composta por 101 celas coletivas e individuais (isolamento), salas de aula, setores administrativos e de assistência psicossocial, ala de saúde, áreas de visita, entre outros espaços.

 

A penitenciária já se encontra equipada, com investimento já realizado de R$ 938.814,26 em aparelhamento. Também já foi providenciada uniformização para todos os custodiados a serem alojados neste estabelecimento prisional. Ao todo, a penitenciária possui 78 celas divididas em três pavilhões; um pavilhão com 11 celas da saúde e 12 celas disciplinares.

 

Segundo assessoria o presídio de regime fechado possui como diretor e diretor-adjunto nomeados, os agentes Flávio Rodrigues Marques e Edmilson Rodrigues Horácio, respectivamente. Os servidores penitenciários estão à frente da organização da rotina de segurança e administrativa do local, sendo estes anteriormente integrantes do Comando de Operações Penitenciárias da Agepen (COPE), com alto treinamento técnico e operacional.

 

A unidade será a primeira do sistema penitenciário estadual a ser totalmente operacionalizada pelos servidores de carreira da Agepen, que cuidarão desde a segurança interna à vigilância das muralhas. O modelo servirá de piloto para que possa ser estendido para os demais presídios do Mato Grosso do Sul.

 

Para sua ativação, será realizada a lotação dos agentes penitenciários na unidade, bem como treinamento destes servidores, promovido com o apoio do Departamento Penitenciário Nacional, através da Penitenciária Federal de Campo Grande.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix