Campo Grande/MS, Domingo, 09 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 28 de Março de 2020, 10h:21
Tamanho do texto A - A+

Rua 14 de Julho recebe árvores de erva mate em nova fase do paisagismo

Erva mate foi escolhida por ter um forte vínculo cultural e regional com os campo-grandenses

Hélder Rafael
Capital News

Rua 14 de Julho recebe árvores de erva mate em nova fase do paisagismo

Rua 14 de Julho recebe árvores de erva mate em nova fase do paisagismo

Se você está acostumado a tomar o tereré, bebida típica de Mato Grosso do Sul, sabe que ele é feito com a erva-mate, a mesma usada no famoso chimarrão dos gaúchos. Mas você já viu uma árvore de erva mate? Se não viu, agora é só dar uma passadinha na Rua 14 de Julho, bem no coração comercial de Campo Grande para conhecer.

 

Começou nesta sexta-feira (27) o plantio de árvores de erva mate, espécie que está inserida no projeto de paisagismo que a arquiteta e urbanista Maria Teresa Lemes Corrêa Fernandes desenvolveu para a requalificação da via no Reviva Campo Grande.

 

A erva mate foi escolhida por ter um forte vínculo cultural e regional com os campo-grandenses, mas outras espécies também fazem parte desse conceito, como por exemplo, os ipês, tão característicos e populares em Mato Grosso do Sul.

 

A erva Mate (Ilex paraguariensis) é uma árvore nativa do Brasil e da América do Sul, presente no Mato Grosso do Sul, na região de fronteira com o Paraguai. Trata-se de uma espécie rústica, ornamental, de porte mediano, que pode chegar a oito metros de altura. A florada acontece entre os meses de outubro a dezembro, os frutos amadurecem de janeiro a março e servem de alimento para os pássaros.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix