Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 14 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019, 16h:54
Tamanho do texto A - A+

Saúde na Hora repassa R$ 1,5 milhões para unidades de saúdes

Com investimento postos passam a atender das 7h as 19h, sem horário de almoço

Elaine Silva
Capital News

Deurico/Capital News

Saúde na Hora repassa R$ 1,5 milhões para unidades de saúdes

Também foi entregue a reforma da UBSF

“O sistema de imunização brasileira é considerada uma das mais robusta, maiores e mais generosas, porque no Brasil diferente dos outros países não se paga nada para se fazer a vacina, ela é um direito da nossa população”, relatou o Ministro da Saúde, Luis Henrique Mandetta, durante o lançamento do programa "Saúde da Hora", que teve a presença do embaixador da vacina Michel Teló.

 

Com o aumento de repasses as unidades de saúde da família em todo Brasil, que tratam da saúde básica da população, com consultas (médicas), vacinações, realização de curativos, testes, assim como outros procedimentos que não são urgentes ou de emergência. Em Campo Grande são 25 locais, que vão receber um repasse mensal de R$ 1,5 milhão. Com este repasse as unidades passam a atender das  7h até às 19h, sem parar na hora do almoço. Na Capital, são cerca de 70 postos inseridos no sistema.

“Nós estamos reforçando o investimento na atenção primária. Porque eu acredito que o SUS é o melhor sistema sim", disse o prefeito Marquinhos Trad (PSD) que se comprometeu  a investir na estrutura dos postos de saúde que vão atender em horário estendido, com consultas até às 22h, somando 60 horas semanais, durante o lançamento do programa. “Temos que nos planejar, ter estrutura para que o cidadão chegue lá e não seja uma propaganda enganosa”, declarou.

Investimento
O Saúde na Hora amplia os recursos mensais às USF que aderirem à iniciativa. Antes da adesão, a pasta repassava cerca de R$ 33 mil ao município para custeio e manutenção dos serviços na unidade. Agora, a USF passa receber R$ 68,3 mil para qualificar assistência em turno estendido. Além do incremento mensal, a unidade também recebe o valor R$ 31,7 mil, em parcela única, por aderir ao programa.

Com as adesões as unidades que recebiam hoje recursos na ordem de R$ 724,6 mil passam a receber R$ 1,5 milhão/mês do Governo Federal, mais que o dobro do valor repassado anteriormente. Além do incremento no custeio mensal, a cidade também foi contemplada com um incentivo de apoio à implantação do programa, no valor de R$ 794,1 mil, pago em parcela única.

Deurico/Capital News

Saúde na Hora repassa R$ 1,5 milhões para unidades de saúdes

Governador Reinaldo Azambuja

 

O governo do estado do Mato Grosso do Sul também anunciou um incentivo financeiro de 20% sobre o valor repassado pelo Ministério da Saúde aos municípios que aderirem ao Saúde na Hora. “Acreditando nesse programa como um reforço de atendimento a comunidade a população que nós, na sexta-feira (19) já publicamos um decreto ampliando a produtividade, então  o Estado vai entrar com 20% de produtividade [...] que ajuda a fortalecer mais a estrutura”, revelou o Governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Programa
Saúde na Hora quer ampliar o acesso da população aos serviços da Atenção Primária, como consultas médicas e odontológicas, coleta de exames laboratoriais, aplicação de vacinas e pré-natal. Campo Grande é a primeira capital a aderir ao programa, que amplia recursos a municípios que estenderem o funcionamento das unidades de saúde para o período noturno.

A Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Iracy Coelho foi a primeira a aderir e receberá repasse mensal do Ministério de R$ 68,6 mil. A unidade conta com quatro equipes de saúde da família, sete técnicos de enfermagem, quatro enfermeiros, 3 dentistas, além de mais quatro equipes de saúde bucal.

Deurico/Capital News

Saúde na Hora repassa R$ 1,5 milhões para unidades de saúdes

UBSF Iracy Coelho


Reforma
A Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Iracy Coelho já foi reformada e recebe o nome do médico Mauro Rogério de Barros Wanderley.“Foi um grande professor de uma geração inteira que ensinou muitos no hospital Universitário. Essa unidade tem atendimento por conta própria, foi escolhida pelo Governo Federal para ser exemplo no país”, disse o ministro.  

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix