Campo Grande/MS, Segunda-Feira, 19 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Segunda-Feira, 28 de Setembro de 2020, 13h:12
Tamanho do texto A - A+

Taxa de letalidade por Covid-19 ainda preocupa

Mesmo com quase 90% de pacientes recuperados taxa teve aumento

Elaine Silva
Capital News

Saul Schamm/Portal MS

Taxa de letalidade por Covid-19 ainda preocupa

Boletim é divulgado todos os dias

“Isso é um bom sinal e seria uma boa situação para comemorar. Mas temos dados que não são de comemorar. Nossa taxa de letalidade que permaneceu por muito tempo em 1.8 passa a ser de 1.9 no Estado”, pontuou secretário de saúde, Geraldo Resende. 

 

Segundo o boletim apresentado nesta segunda-feira (28), mostram que de 68.325 casos confirmados da doença, 60.606 estão recuperados.Ou seja, um indicador positivo de quase 90% de pacientes curados. Mas, em contra partida também foi apresentado um nas últimas 24 horas foram registradas 15 mortes em decorrência da Covid. A média móvel, que já indicou 12 óbitos por dia no Estado, com a atualização de hoje aponta que na última semana 14 vidas foram perdidas para a doença.

Divulgação

Taxa de letalidade por Covid-19 ainda preocupa

Boletim é divulgado todos os dias

 

Devido ao final de semana, os novos casos registrados nesta segunda são baixos. Conforme a Secretaria de Estado de Saúde (SES), a base de dados oficiais, abastecida pelos municípios, confirmou mais 233 novos casos em Mato Grosso do Sul de ontem para hoje. Para se ter um número mais próximo da realidade, utiliza-se a média móvel, que indica a média dos últimos 7 dias. Nesse cálculo é possível saber que na última semana houve a confirmação de 613,1 casos por dia.

 

O indicador de internações manteve uma oscilação entre 450 a 550 casos segundo os gestores da saúde. Nesta segunda-feira existem 480 casos de internação pelo novo coronavírus, mais um de outro Estado. Do total de internados são 227 em leitos clínicos e 254 em leitos de UTI.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix