Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 06 de Dezembro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sábado, 26 de Agosto de 2017, 11h:09
Tamanho do texto A - A+

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

Plateia fala da emoção do evento e trégua que o tempo deu para que o feriado ficasse ainda mais bonito

Danilo Galvão
Capital News

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..

Um evento da comunidade, de exercício de cidadania, mas sobretudo de orgulho por Campo Grande, teve mais uma edição na Rua 14 de Julho, no desfile de aniversário dos 118 ano do município. No público de 30 mil pessoas, o Capital News escolheu alguns pontos de vista em um “fala povo” para sintetizar esse espetáculo que aconteceu em um sábado de sol, com cara de feriado, clima de harmonia e passagem de pelo menos 70 alas na via mais histórica da Capital.

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..

 

“Um show lindo, e feito pelas pessoas de entidade, bairros, escolas que é feito para homenagear a nossa Campo Grande. A cidade é nossa, não é da política, como o desfile também não é.  A política hoje está muito defasada, está difícil salvar um, mas o povo sempre firme, fazendo o seu melhor e esse evento mostra isso”, diz a cozinheira, de 67 anos, Ângela de Almeida.

 

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..

Morador do Nova Lima, Waldemar Martiniano, de 64 anos, administrador, partiu cedo do Nova Lima, para conferir o desfile e guardar o seu espaço bem próximo a grade. “É um exemplo de cidadania, do amo cívico e julgo que esse tipo de acontecimento é necessário todos os anos. É extremamente importante para a sociedade, pois valoriza o respeito pelo nosso lugar. Sou de Rio Verde, só que Campo Grande se tornou também o meu lugar”, diz.

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..


Para ver a vida acontecer com beleza, Helena Ribeiro, de 80 anos, aposentada e hoje cadeirante, combinou com a filha, Ana Maria Ribeiro, de 52 anos, o programa na esquina da Afonso Pena com a 14 de julho. Juntas e mãos dadas elas assistiram mais um desfile, e fazem isso todos os anos com o mesmo entusiasmo. “A gente fica emocionada, pois vê a paixão de quem desfila e também da própria platéia que as vezes busca na ala um parente, um amigo. Isso é lindo e um dia assim é especial. Para nós o desfile é um presente que Campo Grande ganha todos os anos e que divide conosco”, cita dona de casa do Jardim Columbia que dedica a vida hoje a fazer a mãe feliz.

 

Beleza do evento atrai famílias e simboliza elo com a cidade

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..

Ao lado do neto, Manoel Fragoso, de 65 anos, motorista de ofício, apareceu às 6h30 com toda família para prestigiar o evento, e as 8h30 já havia se perdido de todo mundo. “Nem dá pra reclamar. Cada um quer ficar bem posicionado e dá nisso. O cuidado no entanto é que as crianças não se distanciem da gente. O desfile é algo muito bonito, no sábado então ficou mais bonito, e com esse tempo bom de sol sem tanto calor, mais ainda”, citou.

Já Sebastião Viana Xavier, de 60 anos, não permitiu a sua família o mesmo desgarramento. Com todos sentados no chão ele foi espectador com netos e filhos do desfile, todos com um propósito. “Vim quando era criança, trouxe os filhos depois e hoje estou aqui com os netos. Moro atualmente em Santa Catarina e estou aqui no aniversário da Capital para matar a saudade da família e saudade de Campo Grande. O desfile ensina, dá exemplos”, fala o advogado.

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..


A mesma emoção e felicidade pelo tempo bom no sábado de aniversário dos 118 anos da cidade foi vista com Ana Maria Mendes, de 50 anos, autônoma, que assistiu ao evento de sombrinha ou a professora Maria Donizete, de 52 anos, que em um palco ao lado do palanque de autoridades pode ver o desfile.

“A gente vem para prestigiar, o pessoal que conhecemos e vai desfilar e também todas as outras alas. A proteção do sol ou da chuva que teve em outros anos ajuda no conforto”, disse Ana que acompanhou o grupo de uma igreja evangélica. Maria, que estava no evento para ver a filha desfilar era uma estreante na cerimônia e contou a emoção de assistir a 14 de julho cheia de vida. “É único ver todos vendo a festa e daqui de cima a imagem é linda. Vou guardar no coração”, revelou.

Deurico/Capital News

Clima ajuda e campo-grandense dá o seu show em desfile dos 118 anos

..

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix