Campo Grande/MS, Sábado, 15 de Agosto de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Sexta-Feira, 10 de Abril de 2020, 07h:49
Tamanho do texto A - A+

Sexta-feira Santa o dia de lembrar da morte de Jesus

Devido ao novo coronavírus este ano não haverá encenação da história pelos mundo

Elaine Silva
Capital News

Anderson Ramos/Capital News Sexta-feira Santa o dia de lembrar da morte de Jesus

Encenação da Morte e Ressurreição de Cristo de 2019, realizado na Comunidade da Nossa Senhora da Abadia

Mesmo com a pandemia do Covid-19, novo Coronavírus, que o mundo está passando, nesta sexta-feira (10), de suas casas , as pessoas comemoram, relembram nesta Sexta-feira da Paixão ou Sexta-feira santa, a morte de Jesus Cristo. Diferendo dos outros anos, em 2020 não haverá, o motivo as recomendações do Ministério da Saúde para evitar aglomerações, por conta do novo vírus, porém utilizando a tecnologia este ano, as missas serão online.

 

Historicamente a  Sexta-feira Santa é o dia em que se recorda a morte de Jesus, que foi crucificado ao lado de dois ladrões. Antes da pandemia do coronavírus era possível encontrar pelo mundo, lugares onde era realizado a encenação, homenagens e  outras formas de representações artísticas de como teriam sido os últimos momentos de vida de Jesus Cristo, seu julgamento, crucificação e ressurreição do "mundo dos mortos". Em Campo Grande assim como em várias cidades do Mato Grosso do Sul, há anos o filme “A paixão de Cristo’, também é reproduzido em telões por alguns bairro, assim como realizada a encenação, se tornando uma marco para a data pelos fiéis.

 

Nesta data os fieis pode acompanhar segundo a Arquidiocese de Campo Grande, às 15h, terá início a tradicional celebração da Paixão de Cristo. Aos fiéis, a orientação é para que nesta 6ª, coloquem um pano vermelho na cruz, acompanhem a leitura da Paixão (cf. Jo 18,1-19,42) e realizem a Oração Universal (preces) de modo espontâneo. Confira o Facebook de algumas das paróquias que terão programação especial: Santuário Estadual de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Catedral Nossa Senhora da Abadia e Santo Antônio de Pádua – CGMS, Paróquia São José. 

 

Porém, para aquelas que não conseguiram, a Arquidiocese destaca que é possível acompanhar pela TV Imaculada e pelo Facebook a transmissão das celebrações da Igreja Catedral, que serão presididas pelo Arcebispo nos seguintes horários: Sábado Santo: Vigília Pascal às 19h e Domingo da Ressurreição: Santa Missa às 9h.

 

História

Antes da Sexta-feira, chegar os dias da Semana Santa tem início no domingo que antecede a Páscoa, que ficou conhecido como o Domingo de Ramos, marcado na história pela entrada de Jesus em Jerusalém, acolhido pelo povo que o saudava com seus ramos e mantos.

 

A Segunda-feira Santa, que faz menção ao dia que Jesus Cristo foi preso. Já na Terça-feira Santa, são celebradas as Sete dores de Nossa Senhora Virgem Maria. Na Quarta-feira Santa que os católicos celebram a piedosa procissão do encontro de Nosso Senhor dos Passos e Nossa Senhora das Dores. Com a proximidade da morte de Jesus, segundo as escrituras, o mundo já estaria em trevas, por isso que algumas igrejas celebram o Ofício das Trevas.

 

Durante este tempo também é realizado a Quaresma, sendo o tempo de preparação para a ressurreição de Jesus Cristo se encerra na Quinta-feira Santa. Neste mesmo dia, à noite, são relembrados os três gestos de Jesus durante a Última Ceia: a Instituição da Eucaristia, o exemplo do Lava-pés e a instituição do sacerdócio.

Anderson Ramos/Capital News

Sexta-feira Santa o dia de lembrar da morte de Jesus

Para os católicos, tradicionalmente, a sexta-feira da Paixão é um dia de rituais e penitências

 

Já a Sexta-feira Santa é o dia em que se recorda a morte de Jesus, que foi crucificado ao lado de dois ladrões, que marca uma reflexão sobre o sacrifício de Jesus na cruz. Para os católicos, tradicionalmente, a sexta-feira da Paixão é um dia de rituais e penitências, como o jejum ou a abstinências de prazeres mundanos. O sábado Santo ou Sábado de Aleluia é o dia que antecede a ressurreição de Jesus Cristo na Semana Santa. Domingo de Páscoa, data que Jesus Cristo vence a morte para mostrar o valor da vida.

 

A data é considerada uma data móvel,pois não possui um dia específico para ser comemorado anualmente. Por regra, deve ser celebrada na sexta-feira que precede o domingo de Páscoa. 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix