Campo Grande/MS, Terça-Feira, 26 de Janeiro de 2021 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 11 de Janeiro de 2021, 18h:06
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Os 5 vestidos mais icônicos do cinema

Por Luisa Pereira

Da coluna Cultura
Artigo de responsabilidade do autor

Peças impactaram gerações e deram ainda mais visibilidade para filmes clássicos

Divulgação

ColunaCultura

O figurino é um dos pontos mais importantes de uma produção cinematográfica. Por meio das roupas escolhidas para vestir as personagens da trama, é possível passar muitas informações importantes para o público, colaborando para a criação de uma trama rica e bem detalhada. Em muitos casos, as peças acabam se tornando o ponto de destaque da produção, podendo eternizar aquela história para as gerações seguintes.

No cinema, o figurino já foi responsável por transformar filmes em clássicos, com peças relevantes e que continuaram chamando a atenção mesmo décadas após o lançamento da obra. Esse foi o caso de alguns dos vestidos mais icônicos do cinema, que se tornaram inspiração para o público da época e consagraram as atrizes que os vestiram. Confira os mais famosos!

Gilda (1946)
No filme, Rita Hayworth interpreta a personagem Gilda e aparece usando um vestido marcante que acabou se tornando um dos símbolos da atriz. O modelo foi feito de cetim preto sem alças e com um laço marcando a lateral da cintura, acompanhado de luvas combinando que iam até os cotovelos. O visual, juntamente com o cabelo em um penteado luxuoso, criaram um visual icônico. O vestido ajudou a consolidar a imagem de “femme fatale”, conceito que foi muito explorado no cinema.

Janela Indiscreta (1954)
Grace Kelly é considerada uma das maiores atrizes de todos os tempos, e seus figurinos sempre foram o sonho de consumo de muitas mulheres. Em sua primeira aparição nos filmes, a personagem Lisa aparece trajando um vestido desenhado pela famosa figurinista Edith Head, que tem uma saia volumosa feita de tule e corpete preto, com um decote em “V”.

O Pecado Mora ao Lado (1955)
Apesar de no filme a personagem interpretada por Marilyn Monroe nem chegar a ter um nome, sendo creditada como “A Garota”, a cena da atriz sorrindo sobre a grade de ventilação do metrô, transformou este filme em um clássico, que segue relevante até hoje. Na cena, Monroe usa um vestido criado pelo estilista William Travilla na cor marfim, com saia plissada esvoaçante.

Bonequinha de Luxo (1961)
No filme, Audrey Hepburn interpreta a personagem Holly, e foi nesta produção que a atriz usou um de seus visuais mais famosos, um vestido em cetim sem mangas, acompanhado de um colar de pérolas luxuoso e luvas longas. O óculos de sol usado pela personagem durante parte da cena contribuiu para o visual impressionante e com um toque de mistério. Os figurinos do filme foram criados em conjunto por Hubert de Givenchy e Edith Head.

Como Perder um Homem em 10 Dias (2003)
Em um dos momentos mais importantes da trama, Andie, interpretada por Kate Hudson, aparece usando um vestido amarelo, de corte reto e com um belo decote nas costas. O modelo foi feito por uma estilista muito apreciada pelas celebridades da época – Dina Bar-E – e se tornou uma tendência, com várias mulheres buscando vestidos de modelagem similar ao mostrado no filme.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix