Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 02 de Dezembro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
ENTREVISTA
Quinta-Feira, 29 de Outubro de 2020, 08h:05
Tamanho do texto A - A+

"Vamos cumprir as 55 metas assim como no primeiro mandato", afirma Trad

Candidato pelo PSD afirma que a Capital está melhor do que a três anos e nove meses

Elaine Silva
Capital News

 

Divulgação/Assessoria

Marcos Trad

Prefeito da Capital e candidato da reeleição Marcos Trad

No dia 15 de novembro acontece o primeiro turno das eleições 2020, neste ano para vereador e prefeito. Para apresentar os candidatos que concorrem a cadeira no Poder Executivo, o jornal Capital News, vai realizar uma série de reportagens, para mostrar os 14 políticos que buscam a Prefeitura da Cidade Morena.

 

Advogado Marcos Marcello Trad, conhecido como Marquinhos Trad, tem 56 anos, e é o atual prefeito de Campo Grande, pelo Partido Social Democrático (PSD), com o número 55 e está em busca de sua reeleição. Marquinhos vem de uma família de políticos, filho do ex-deputado federal Nelson Trad e de Therezinha Mandetta, irmão Deputado Federal, Nelson Trad Filho, e do ex-deputado federal Fábio Trad. Marcos já foi vereador e secretário municipal de Assuntos Fundiários na época do ex-prefeito André Puccinelli. 

 

Ao ser questionado o porque que continuar no Poder Executivo, Trad relatou que a Capital pode avançar muito mais. "Campo Grande está melhor hoje do que encontramos há três anos e nove meses. Temos muito o que fazer por Campo Grande. Temos projetos que estão transformando a nossa cidade. Com trabalho, criatividade e parcerias, conseguimos desenvolver projetos que a população aguardava há muito tempo", relata.

 

Para o seu plano de governo caso seja reeleito o prefeito estabeleceu 55 metas. "São iniciativas prevendo a estruturação e capacitação da segurança pública, obras estruturantes de pavimentação, drenagem e requalificação de vias e avanços na expansão do acesso aos serviços de saúde da população. Um planejamento da cidade que ultrapassa os quatro anos de gestão, com obras estruturantes e valorização das pessoas, com olhar especial aos menos favorecidos. Não é um plano para ficar apenas no papel. Vamos cumprir as metas, assim como no primeiro mandato, quando fomos destaque no País entre os prefeitos que mais cumpriram compromissos da campanha". 

 

Em relação a saúde entre as propostas está o investimento na modernização de equipamento de informática nas unidades de saúde. "Criar um programa municipal de Telerregulação, Teleconsulta e Teleconsultoria para qualificar os encaminhamentos da Rede de Atenção Primária para a Rede de Atenção Especializada e garantir um atendimento melhor à população". Com essas metas o filho da Capital "quer trabalhar para melhorar a qualidade de vida da nossa gente" e está na luta para conquistar seu segunda mandado. 

 

Confira a entrevista exclusiva de Marcos Trad ao Capital News na íntegra:

 

Capital News: Candidato gostaria que o senhor se apresentasse aos leitores e eleitores do Jornal Capital News. Qual seu nome, idade, local de nascimento, Profissão, casado, filhos, e porque está defende a bandeira do seu partido PSD. 

 

Trad: Eu sou Marcos Marcello Trad, mais conhecido como Marquinhos. Tenho 56 anos. Sou advogado, professor universitário e hoje prefeito de Campo Grande, candidato à reeleição. Nasci em Campo Grande. Sou filho de Nelson Trad  e Therezinha Mandetta Trad. Casado com a Tatiana Trad, pai de quatro filhas (Andressa, Aline, Mariana e Alice), e avô da Lara e da Isabele.

 

Capital News: Candidato Marcos Trad, porque o senhor quer continuar por mais quatro anos Prefeito de Campo Grande ?

 

Trad: O que me motiva a ser candidato a reeleição é ter a convicção de que podemos avançar e fazer muito mais. A certeza de que Campo Grande está melhor hoje do que encontramos há três anos e nove meses. Temos muito o que fazer por Campo Grande. Temos projetos que estão transformando a nossa cidade.

 

Com trabalho, criatividade e parcerias, conseguimos desenvolver projetos que a população aguardava há muito tempo. No Nova Lima e Santa Luzia, por exemplo, após anos de espera, eles acompanham a chegada do tão sonhado asfalto. Isso também aconteceu no Zé Tavares, no Botafogo, Tijuca, Seminário e vários outros bairros da nossa cidade. Destravamos recursos, conseguimos parcerias e para os próximos meses o asfalto também chega ao Nova Campo Grande, Rita Vieira, Oliveira.

 

Conseguimos avançar e investir nas mais diversas áreas, com união, responsabilidade e muito trabalho. Mas continuamos com os pés no chão, porque sabemos da dificuldade de administrar uma cidade como a nossa. Hoje, podemos dizer que estamos ainda mais preparados para este desafio, para vencer esta pandemia e desenvolver o plano que já temos para recuperação econômica, para continuar investindo em projetos para melhorar a saúde, educação, segurança, trânsito e tantas outras necessidades de uma capital como a nossa, que já se aproxima de um milhão de habitantes. 

 

Capital News: Caso seja reeleito nessas eleições de 2020, quais os seus 5 pilares principais do seu plano para seu próximo Governo, Detalhe na sua ordem de prioridade o que acha que tem que melhorar para a população de Campo Grande, ou o que não deu tempo de fazer na sua atual gestão?

 

Trad: O nosso Plano de Governo para a próxima gestão tem 55 metas, com melhorias para todas as áreas, além de um projeto de recuperação econômica no pós-pandemia.

São iniciativas prevendo a estruturação e capacitação da segurança pública, obras estruturantes de pavimentação, drenagem e requalificação de vias e avanços na expansão do acesso aos serviços de saúde da população.

 

Um planejamento da cidade que ultrapassa os quatro anos de gestão, com obras estruturantes e valorização das pessoas, com olhar especial aos menos favorecidos. Não é um plano para ficar apenas no papel. Vamos cumprir as metas, assim como no primeiro mandato, quando fomos destaque no País entre os prefeitos que mais cumpriram compromissos da campanha.

 

Nossa cidade cresce a cada dia e com o crescimento, a necessidade de se desenvolver dia após dia. É nisso que pensamos quando investimos na transformação do Centro, com fios embutidos, acessibilidade, áreas de lazer; ou quando investimos na revitalização do Anhandui (obra ainda em andamento); ou nas clínicas da família, que hoje são referência na atenção básica. Investimos em projetos de transformação da nossa cidade, de maneira responsável e com transparência.

 

Capital News: Como foi ? E como senhor pretende melhorar caso precise do seu relacionamento com os Governos Federal e Estadual ?  Acredita que como Prefeito reeleito possa continuar fazendo uma gestão de união entre esses poderes? 

 

Trad: A nossa gestão sempre foi pautada pela harmonia entre os poderes. Foi com inúmeras parcerias, seja pública ou privada, que conseguimos avançar em várias frentes, ainda que o Brasil enfrentasse uma das maiores crises econômicas e uma pandemia. É um erro achar que se pode fazer tudo sozinho.

 

O homem público, seja vereador, prefeito, deputado, senador ou presidente, tem o dever de trabalhar pela população. Somos eleitos para o bem comum e não para interesses pessoais. Não existe bandeira partidária. O que existe é uma cidade, que precisa da união de todos para continuar avançando.

 

Capital News: Quantos vereadores acha que é possível eleger na sua chapa PSD ? E não tendo a maioria de apoiadores eleitos na Câmara da Capital, como será sua gestão com todos os vereadores eleitos ?

 

Trad: Lançamos 44 candidatos ao cargo de vereador, todos com capacidade para representar os seus eleitores na Câmara Municipal. Acredito que a população campo-grandense saberá escolher aqueles que melhor irão lhe representar. Vamos manter o diálogo, com projetos técnicos e importantes para nossa cidade. Os vereadores são eleitos pela população e também terão este ideal, de bem administrar o recurso público. Continuaremos com este trabalho de parceria para o desenvolvimento de Campo Grande. 

 

Capital News: As demandas na saúde e seus problemas aumentaram nessa pandemia do coronavírus, e ainda temos a constante falta médicos e enfermeiros. Qual seu plano de Governo para acabar com esses números e com as filas nos atendimentos das UPAS ?

 

Trad: Com a graça de Deus e empenho dos nossos profissionais de saúde, estamos conseguindo enfrentar a pandemia da Covid-19 com equilíbrio, e servindo de exemplo para o País. Medidas adotadas antecipadamente permitiram a organização do sistema de saúde no enfrentamento da crise sanitária, priorizando a vida e reduzindo ao máximo os impactos econômicos. 

 

Entre março a agosto, o número de leitos de UTI na rede pública de saúde de Campo Grande triplicou e novos profissionais foram contratados para reforçar o atendimento.

 

Concluímos e entregamos oito novas unidades de saúde, além de três Clínicas da Família no Nova Lima, Portal Caiobá e Iracy Coelho. Reformamos 29 unidades de saúde nas sete regiões da Cidade. Fizemos o maior concurso da história e já convocamos mais de 700 novos profissionais.

 

Nos últimos quatro anos, Campo Grande subiu 19 posições no ranking do Ministério da Saúde em cobertura de estratégia de saúde da família e é oitava capital brasileira com a melhor taxa. São 71 unidades em funcionamento e outra que será entregue no início do mês que vem. 

 

Vamos investir na modernização dos equipamentos de informática nas unidades de saúde. Criar um programa municipal de Telerregulação, Teleconsulta e Teleconsultoria para qualificar os encaminhamentos da Rede de Atenção Primária para a Rede de Atenção Especializada e garantir um atendimento melhor à população.  A automação dos serviços proporcionará mais celeridade e transparência aos encaminhamentos. O investimento em tecnologia, aliado a construção de novas unidades de saúde, garantirão um melhor serviço à população.

 

Capital News: Qual seu projeto concreto para revitalização da antiga rodoviária e seu entorno ?

 

Trad: Nós vamos revitalizar toda a área pública do antigo Terminal Rodoviário, que corresponde a 19% do prédio. O projeto, que já foi elaborado e entregue à Caixa Econômica Federal, contribuirá para o estímulo e a concentração de atividades econômicas, sociais e de circulação de pessoas no local.

Estamos finalizando os projetos de engenharia e arquitetura e a obra deve ser licitada ainda este ano. A Secretaria de Segurança e a FUNSAT vão ocupar o espaço e dar vida a região histórica na nossa cidade.

 

Capital News: Como o senhor define a cidade de Campo Grande, sua economia em geral e seus pontos de entretenimento para população. Quais os três lugares que mais gosta e frequenta com a sua família Candidato. 

 

Trad: Eu amo Campo Grande. Quem vem à nossa cidade, se apaixona. Muitos, não retornam para sua cidade de origem. Campo Grande é minha terra. Lugar onde vivo e me sinto acolhido nas sete regiões. Seja visitando as nossas praças e parques, ou jogando futebol com os amigos nos bairros, lá no campo de terrão mesmo, lugar onde tenho muitos amigos, de longa data. Eu amo esta cidade, onde nasci, cresci, e hoje crio minhas filhas e netas. Hoje, tenho o privilégio de ser prefeito e trabalhar para melhorar a qualidade de vida da nossa gente. 

 

Conheça o porquê Marcos Trad quer ser reeleito a prefeito da Capital; confira o vídeo 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix