Campo Grande/MS, Quinta-Feira, 18 de Agosto de 2022 |
27˚
(67) 3042-4141
Reportagem Especial
Sábado, 06 de Agosto de 2022, 13h:43
Tamanho do texto A - A+

Santuário Nossa Senhora da Abadia comemora 20 anos de fé e devoção em Campo Grande

A história dessa comunidade é antiga e as celebrações tiveram início na casa dos fiéis

Vivianne Nunes
Especial para o Capital News

Vivianne Nunes

Santuário Nossa Senhora da Abadia comemora 20 anos de fé e devoção em Campo Grande

Legenda Santuário que completa vinte anos tem um dos mais fortes movimentos campistas de Campo Grande

Parece contraditório que o ambiente onde outrora funcionava uma Casa Noturna, que chegou a ser palco de brigas hoje possa abrigar um Santuário que já completa 20 anos de história em Mato Grosso do Sul? Pode até parecer, mas é fato! De boate a Santuário, a igreja católica conta com a participação da comunidade, que não mede esforços para que o Santuário Nossa Senhora da Abadia, estabelecido nos altos da Avenida Afonso Pena, a principal avenida da cidade, possa levar cada vez mais a palavra de Deus às pessoas.

A história dessa comunidade é antiga, remonta aos idos de 2002 quando as missas começaram a ser celebradas ainda nas casas dos fiéis na região dos bairros Miguel Couto e Chácara Cachoeira. Depois disso, outros lugares serviram de Casa e de altar do Senhor, entre eles, uma escola e outras duas salas alugadas em 2011.

Divulgação/Assessoria

Homenagem a Nossa Senhora da Abadia acontece em agosto

Padre Paulo Vital


Em 2019, após alguns planos desfeitos que incluíram negociações não finalizadas com a prefeitura municipal, o pároco do Santuário, padre Paulo Vital, abraçou uma ideia que, para muitos, parecia loucura para o orçamento da comunidade: a aquisição de uma área particular. E no meio desse processo apareceu a oportunidade da compra do terreno da antiga boate Woods. O valor? R$ 10,4 milhões, em uma das áreas mais nobres de Campo Grande.

Apesar do valor alto e da medida audaciosa, o diretor espiritual e líder de um dos mais fortes movimentos campistas de Campo Grande, padre Paulo, não se acovardou. Com a intercessão da Mãezinha sob o título Abadia, que quer dizer Casa do Pai, acabou conseguindo comprar a área de 5.200m2, onde está construído o prédio de três pisos com 1,5 mil metros quadrados.

A negociação, feita em junho de 2019,  exigia uma entrada de R$ 2,5 mi, sendo R$ 1 mi imediatamente, na assinatura do contrato e mais R$ 1,5 mi em dezembro de 2019. Por uma situação que o sacerdote chama de milagre de Nossa Senhora da Abadia, uma família da paroquia fez uma doação para honrar a primeira parte e o restante, foi arrecadado com campanhas entre os próprios fiéis.

Agora, a prestação de R$ 100 mil deve durar até 2028 e tem sido honrada graças a determinação de toda uma comunidade empenhada neste projeto de graça.

Mil Rosas para Maria
“Nossa Senhora passando à frente”. Uma das ações propostas pelo padre para angariar fundos para essas despesas é a campanha das Mil Rosas, onde a pessoa que se propõe a ajudar, chamada carinhosamente de Anjo Benfeitor, contribui mensalmente com uma Rosa para Nossa Senhora, de modo simbólico no valor de R$ 100. “Se conseguirmos mil rosas para Maria por mês, teremos o valor da mensalidade”, afirma o padre.

"Transformamos em igreja o espaço que antes era a garagem da antiga boate"


Sobre o atual espaço ele ressalta: “Por enquanto, tudo é muito provisório. Transformamos em igreja o espaço que antes era a garagem da antiga boate”, explica o padre, que tem todo um planejamento para dar início a construção do novo Santuário assim que conseguir quitar a dívida remanescente.

Apesar de provisório, o local tem passado cada vez mais por mudanças. Bancos novos foram adquiridos graças às doações dos fiéis.

 

Um painel esculpido na parede mostra uma galeria com as imagens da virgem Maria, apresenta os diferentes títulos dados à Mãe de Deus enquanto padroeira de cada país que possui seus representantes organizados como colônias em Campo Grande. Demonstrando que ali se acolhe todos os povos e Maria se faz presente também na vida de cada nação de modo especial e particular.

Entre as razões para se tornar um anjo benfeitor do Santuário, o sacerdote lembra que Nossa Senhora da Abadia é padroeira da Arquidiocese e merece sua sede como centro de referência católica, social, cultural e turística em nossa Capital e como centro de unidade da igreja.

Há 110 anos (1912) chegou a imagem de Nossa Senhora da Abadia, na então Comarca de Campo Grande. Há 20 anos (16/10/2002) teve início a comunidade, que assumiu a responsabilidade de implantação do Santuário.

Milagres de Abadia
Nossa Senhora da Abadia já vem sendo reconhecida em Campo Grande por ser intercessora para causas imobiliárias. Isso porque, segundo o padre Paulo, Abadia quer dizer Casa do Pai. Ele lembra ainda que a Virgem Maria, foi uma mulher que passou por diversas situações em função da falta de moradia, começando pelo fato de ter dado a luz em uma estrebaria. “Várias e várias vezes, Maria acompanhou Jesus em sua peregrinação, não tendo uma residência fixa, talvez seja esse o motivo pelo qual ela se compadece e intercede por todos que recorrem a ela”, afirmou o padre.

1 COMENTÁRIO:

É maravilhoso, fazer parte dessa comunidade, recebo muitas graças!!! Grandes obras de evangelização!!!
enviado por: Joana Maristela em 07/08/2022 às 08:32:21
1
 
0
responder

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix