Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 05 de Outubro de 2019, 11h:13
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Ainda em baixa, Neymar luta para reconquistar torcida francesa

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Atacante do Paris Saint Germain tem sido decisivo neste início de temporada, mas relação com torcedores segue complicada

Divulgação/PSG

ColunaFutebol

Neymar Jr. gostaria de ter saído do Paris Saint Germain quando a última temporada se encerrou. O destino mais provável do craque era o Barcelona, clube onde atuou entre 2012 e 2017, conquistando diversos títulos, como a Liga dos Campeões da Europa e o Campeonato Espanhol.

Neymar, no entanto, permaneceu em Paris. A diretoria do clube francês dificultou a saída do brasileiro e, ao menos até janeiro, o camisa 10 vai atuar pela equipe presidida pelo sheik árabe Nasser Al-Khelaïfi. Sem alternativas, Neymar começa a tentar reverter sua imagem entre os torcedores do PSG – e faz isso como se estivesse montando jogos de lego.

A tarefa é complicada, mas o brasileiro parece ter compreendido que o melhor caminho é, ao menos por enquanto, tentar restabelecer o carinho da torcida parisiense, que o tratou como rei em sua chegada ao clube.

Até o momento, Neymar atuou em quatro, dos oito jogos disputados pelo Paris Saint Germain no Campeonato Francês. Marcou três gols. Em duas ocasiões, nas vitórias contra Estrasburgo e Lyon, o brasileiro marcou faltando poucos minutos para acabar a partida e acabou sendo decisivo para o time. O PSG lidera o campeonato nacional com 18 pontos em oito jogos.

Ao longo dos últimos jogos, cartazes contrários a Neymar Jr. foram estendidos pela torcida do PSG nas arquibancadas. Na partida que marcou seu retorno ao clube, contra o Estrasburgo, uma faixa pedia que o pai do jogador fosse negociá-lo na Vila Mimosa, em alusão a uma zona de prostituição no Rio de Janeiro. Depois da partida contra o Brodeaux, e do gol decisivo, Neymar afirmou que a relação com a torcida estava melhorando.

“Isso é como um relacionamento. Às vezes você briga com sua mulher e fica um tempinho sem falar com ela, mas depois, com muito amor, com muito carinho, tudo volta ao normal. Foi como eu falei, estou aqui para ajudar o PSG. Estou aqui para fazer o meu papel como atleta do clube e vou dar a minha vida dentro de campo para tentar trazer êxitos para o Paris e no final de tudo a gente poder comemorar junto” , comentou o atacante em entrevista ao Esporte Interativo.

O fato de ser decisivo nos primeiros jogos do PSG nesta temporada parecem ter relação com a mudança de comportamento de Neymar Jr. em campo. Segundo o blog Rafael Reis, do UOL, o atacante aumentou em 70% o número de finalizações durante os jogos da sua equipe. Para tentar ficar de bem com a torcida, o camisa 10 está tentando fazer mais gol e, por consequência, deixando de lado o jogo coletivo. Será que essa estratégia vai dar certo? Se o jovem mantiver a média de gols feita até o momento, a torcida do PSG vai voltar a amá-lo.

Para além do sucesso momentâneo, Neymar Jr. precisa retomar as boas temporadas que fez pelo Barcelona e também no primeiro ano de PSG. Em seu melhor ano jogando na Espanha, ele chegou a marcar 24 gols em 34 jogos, na temporada 2015/2016. Neste mesmo ano, ele foi o artilheiro da Liga dos Campeões da Europa, com direito a gol na final, diante da Juventus. Em seu primeiro ano atuando na França, na temporada 2017/2018, o atacante fez 19 gols em 20 jogos.

Para além do retorno ao bom futebol, as últimas semanas de indefinição em relação ao seu futuro também afetaram o valor de mercado do atleta. De acordo com o CIES (Centro Internacional do Estudo do Esporte), o brasileiro tinha um valor estimado em 213 milhões de euros (R$ 930 milhões) em janeiro deste ano. Seis meses depois, após a negociação com o Barcelona emperrar, o valor do atacante caiu para 120 milhões de dólares (R$ 524 milhões).

Esses dados mostram que Neymar Jr. precisa jogar bola. A depender do que mostrou até agora, com gols e dribles, o brasileiro vai reconquistar a torcida do Paris Saint Germain e, de quebra, se valorizar novamente no mercado mundial

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix