Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 23 de Outubro de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Quinta-Feira, 10 de Setembro de 2020, 14h:58
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Como Corinthians e Palmeiras chegam para o clássico no Brasileirão

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Times estão pressionados e buscam resultado positivo para tranquilizar o ambiente

César Greco/Palmeiras

ColunaFutebol

..

 

O Campeonato Brasileiro está pegando fogo. O torneio é um dos mais equilibrados dos últimos anos e, com isso, sete ou oito equipes podem conquistar o posto de melhor time do país. No exterior, torcedores podem acompanhar os jogos da competição fazendo buscas no google com o termo Brazil, que os goles e jogos podem ser vistos.

Um desses jogos que vai movimentar a próxima rodada do Brasileirão é o clássico entre Palmeiras e Corinthians. As duas equipes voltam a se enfrentar após a final do Campeonato Paulista, quando o Palmeiras levou a melhor nos pênaltis e ficou com o título. De lá para cá, no entanto, as duas equipes vivem momentos de pressão.

O Palmeiras é o sexto colocado no Brasileirão, com 13 pontos e um jogo a menos que os líderes do torneio. Na última rodada, o clube venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 1, com dois gols na reta final da partida. O resultado deu certa paz ao técnico Vanderlei Luxemburgo.

Luxa tem história no Palmeiras, mas está pressionado. O time não tem feito boas atuações e o técnico é cobrado por não encontrar alternativas que viabilizem um futebol mais atraente. O único que tem sido poupado dessas críticas é o atacante Luiz Adriano, constantemente decisivo com a camisa alviverde.

Para o clássico,o time deve ter mudanças, sobretudo caso Marcos Rocha e Felipe Melo tenham condições de atuar. Além deles, Gabriel Veron, que foi o destaque da vitória sobre o Bragantino, pode ser escalado como titular no ataque. A vitória é fundamental caso o Palmeiras ainda sonhe com o título.

No Corinthians, a situação é pior. O time vem de um empate diante do Botafogo, jogando em casa, por 2 a 2. Com isso, o técnico Tiago Nunes chega ainda mais pressionado para o clássico. O time está 11ª colocação do Brasileirão, com apenas 9 pontos.

Nunes é criticado pela torcida e muitos pedem a sua saída do clube. Após o empate contra o Botafogo, ele afirmou que a cobrança é normal diante da posição que ocupa .

"A cobrança, já falei inúmeras vezes, é normal. Em um clube da magnitude do Corinthians você está sempre pressionado. Já ouvi que meu cargo estava em jogo em janeiro, fevereiro, março, abril, maio, junho, julho, agosto. Agora estamos em setembro e continuo ouvindo isso. Uma hora alguém vai acertar, faz parte do futebol. Quem tiver essa chamada que o treinador do Corinthians vai sair continue repetindo, porque uma hora acerta. Faz parte do jogo. Coloco a cabeça no travesseiro com a consciência tranquila que estamos fazendo o máximo para fazer o time evoluir e melhorar", disse o treinador.

Sobre o clássico, Tiago Nunes disse o seguinte: "todo clássico tem peso diferenciado, pela tradição e cobrança da torcida e de vocês mesmo. Estar no Corinthians está numa condição de ter sempre de ter de vencer. Isso a gente compreende e entende. Jogar clássico é uma condição que às vezes te coloca no céu ou para baixo. Tem de estar num nível de entendimento e de equilíbrio muito grande para fazer um jogo bom. Jogamos três clássicos, vencemos um e empatamos dois. Sempre equilibrado. Não vai ser diferente na próxima quinta-feira. Jogo de detalhes. A equipe que errar menos provavelmente vai conseguir ter sucesso", avaliou.

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix