Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 23 de Novembro de 2019, 11h:13
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Conheça suplementos que ajudam no desempenho de jogadores de futebol

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Sucesso do atleta profissional pode ser impulsionado com suplementação alimentar

ShutterStock

ColunaFutebol

A temporada do futebol brasileiro está chegando ao fim e, com isso, o risco de jogadores se machucarem aumenta. São 60, 70 partidas no ano, além das viagens e treinos diários. A rotina desgastante, portanto, pede um auxílio na hora de fortalecer a musculatura. É aí que os suplementos alimentares podem fazer a diferença para o jogador profissional.

Diversos compostos podem ajudar um atleta a fortalecer os músculos evitando distensões e rompimentos, lesões comuns em jogadores de alta performance. Além disso, muitos desses suplementos, como a cafeína, estimulam o corpo a produzir mais energia e melhorar a performance em campo.

Abaixo, uma lista com suplementos que podem auxiliar um atleta de futebol profissional a não se machucar e, de quebra, melhorar seu rendimento energético.

Proteína Whey: para o aumento da síntese proteica muscular
Ideal para o aumento da síntese proteica muscular, que possui uma absorção mais rápida. No futebol, o consumo preponderante é ao final da atividade, ainda que o Whey seja efetivo em qualquer momento do exercício. Após o treino, no entanto, o suplemento tem eleva por si só os níveis de insulina, já que apresenta teor de leucina, que potencializa a recuperação mais rápida do glicogénio muscular proveniente da fonte de hidratos de carbono, que acompanha a proteína no batido de recuperação.

Maltodextrina: fonte de hidratos rica em vitaminas e minerais
Alguns alimentos, como aveia, farinhas lácteas enriquecidas e frutas, são fontes valiosas de hidratos, vitaminas e minerais, Mas nada  possui um índice glicémico tão elevado como a maltodextrina. Ela deve ser utilizada quando a densidade competitiva aumenta e a necessidade de recuperação de glicogênio muscular é prioridade. A maltodextrina é uma das melhores opções de hidratos de carbono para o pós-treino ou após uma partida de futebol.

Creatina: fonte de energia utilizada em todos os esforços rápidos e intensos
É, sem dúvida, a fonte de energia mais utilizada quando falamos de momentos decisivos no futebol, geralmente aqueles que envolvem a explosão do músculo. Arrancadas, mudanças de direcção e saltos são exemplos de movimentos “alimentados” pela fosfocreatina, que ficam dentro do músculo. A utilização de 5 gramas diárias, aliada a uma refeição com grande quantidade de hidratos de carbono, tem apresentado benefícios na performance de jogadores.

Cafeína: um estimulante que ajuda a melhorar a performance
A cafeína, quando consumida nas quantidades certas, consegue diminuir a percepção de fadiga e também melhora a performance algumas atitudes em campo, como saltos e a velocidade de reação. O seu caráter estimulante faz com que os jogadores se sintam mais disponíveis para o jogo e para um esforço extra.


Levando em consideração que o pico de atuação da cafeína no corpo acontece 60 minutos após a sua ingestão, o ideal é dividir a ingestão do suplemento antes do aquecimento e no intervalo do jogo, para que o efeito ocorra no final da partida.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix