Campo Grande/MS, Quarta-Feira, 08 de Abril de 2020 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 07 de Dezembro de 2019, 11h:11
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Corrida ou caminhada: qual a melhor atividade física?

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

Identificar o melhor exercício é fundamental para alcançar os melhores resultados

ShutterStock

ColunaFutebol

Correr ou caminhar podem ser ótimas opções para quem deseja levar uma vida com mais disposição. São duas práticas que podem ser feitas até mesmo durante uma viagem, dado os benefícios da corrida e a facilidade na prática das atividades. Mesmo com semelhanças, corridas e caminhadas guardam diferenças em relação aos benefícios trazidos para o corpo humano.

Em linhas gerais, um treino de corrida pode ser caracterizado como uma caminhada mais intensa. Ao caminhar, seu corpo se desloca lentamente a partir dos movimentos das pernas. Correndo, você se move de maneira acelerada, utilizando-se da força de impacto dos membros inferiores. Manter-se em alta velocidade demanda bastante da musculatura das pernas, do abdômen e até das costas e braços.

Caminhar, na prática, é uma modalidade comum, que envolve um movimento naturalmente humano. Há, no entanto, uma sutil diferença entre separar um tempo para caminhar e andar para ir à padaria, por exemplo.

Fazer essa atividade física de forma comprometida e regular traz mais benefícios à saúde do que fazê-la de vez em quando ou em ocasiões esparsas. Também é válido frisar que uma caminhada pode ser mais ou menos acelerada.

A caminhada é considerada aquela em que a velocidade pode chegar até 6km/h, e é dividida em duas fases: a de apoio e a de balanço. A caminhada é controlada por um esforço mínimo, cerca de 55% a 60 % da Frequência Cardíaca Máxima (FCM) e produz baixo impacto. Ela é ideal para quem acabou de romper a barreira do sedentarismo e está iniciando no mundo das corridas ou para aquelas pessoas que possuem alguma restrição médica.

A corrida é mantém uma velocidade superior a 8km/h. Diferente da caminhada, ela possui uma fase em suspensão, onde os dois pés perdem o contato com o solo, como se fossem saltos. Essa atividade possui três fase: corrida Leve, corrida Moderada e Corrida Forte, que se diferenciam nos níveis de frequência muscular cardíaca.

Teoricamente, qualquer pessoa sabe correr já que o movimento é bastante instintivo. Para evitar lesões e melhorar o desempenho, existem uma série de dicas importantes, de alongamento, aquecimento, alimentação e também de roupas e tênis, por exemplo.

Uma das principais dica é intercalar a corrida com a caminhada, caprichando sempre na respiração, pelo nariz ou pela boca

Apesar de ajudar a emagrecer, a corrida também exige muito da alimentação já que precisa de energia. Além disso, para melhorar o desempenho, é importante também fazer exercícios para fortalecer a musculatura.

Caminhar ou correr são atividades físicas que podem mudar sua vida. Feitas com frequências e regularidades, e quando amparadas pelo acompanhamento, podem ser exercícios poderosos na manutenção da saúde e também para quem deseja emagrecer.

Segundo o cardiologista, Fernando Sampaio, além de boa forma física, a corrida auxilia desde perda de peso até doenças como diabetes, hipertensão, depressão e colesterol alto.

"A participação regular em atividades físicas e sociais têm efeitos que previnem, evitam e diminuem o estresse, aumentam a resistência às doenças e dão uma percepção positiva de bem-estar físico e mental", diz.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix