Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 18 de Outubro de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Sábado, 14 de Setembro de 2019, 11h:12
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

O futuro de Neymar: Como as decisões do craque podem afetar sua carreira

Por Horácio Oliveira

Da coluna Futebol
Artigo de responsabilidade do autor

A grande novela envolvendo Barcelona, PSG e Neymar e que acontece já há três temporadas ganhou mais um capítulo interessante esta semana

Divulgação

ColunaFutebol

Ney Jr. fazia uma campanha excelente no Barcelona, jogando ao lado de grandes estrelas como Suárez e o argentino Lionel Messi. Porém, em sua declaração de Agosto de 2017 o camisa 10 demonstrou sua insatisfação ao dizer que não conseguiria ser consagrado melhor jogador do mundo enquanto atuasse ao lado de Messi e revelou que estaria indo para o PSG em busca de maiores desafios para sua carreira.

Em sua entrevista, após a contratação pelo time francês, ainda em 2017, Neymar disse que se identificava com a postura do grupo e que estaria pronto, após quatro anos de Europa, para buscar os títulos almejados pela torcida, pelos companheiros e pelos dirigentes do time, despertando a atenção de espectadores, analistas e frequentadores de sites de apostas esportivas, como o https://apostasesportivas365.com/.

A contratação foi firmada até 2022, ano em que ocorrerá a Copa do Mundo no Qatar.

Atritos e fracassos
Os primeiros jogos de Neymar pelo PSG deram indícios de que a mudança não seria tão simples como se esperava. A sintonia que Neymar e Messi compartilhavam parecia não existir entre o craque e o elenco do time francês, o que ficou evidente após o atrito ocorrido entre Ney Jr. e Cavani por conta de um pênalti cobrado contra o Lyon. Além disso, os resultados obtidos pelo PSG vinham desanimando o jogador.

Bastante expressivo no campeonato francês, o Paris Saint-Germain enfrenta dificuldades para repetir os feitos em campeonatos maiores, como a Champions League.

Especialistas internacionais passaram então a questionar as escolhas do time francês, apontando inclusive que havia maior investimento em ações de marketing do que em material técnico.

A investida de Neymar
O final da temporada 2018 trouxe Neymar de férias para o Brasil, mas a convocação de retorno não o levou de volta à França. Após estender seu recesso, Neymar declarou que não tinha interesse em retornar ao PSG e que gostaria de ter seu contrato negociado por algum time da Europa.

O clube francês sinalizou a possibilidade de venda para o Barcelona, dando início à propostas, negociações e especulações sobre o futuro do craque brasileiro na Europa.

Algumas falas de Messi deram a entender que o elenco do Barcelona, inclusive o jogador argentino, estaria vendo o retorno do brasileiro com bons olhos.

As negociações acerca do valor já se estendem por algum tempo. Em 2017, Neymar foi vendido ao PSG após o clube arcar com uma multa equivalente a 821 milhões de reais. O valor pedido pelo clube para que o jogador pudesse voltar ao Barcelona foi de 1,2 bilhão, recebendo a contrapartida do time Catalão de pagar R$ 784 milhões.

Após a frustração das negociações, Lionel Messi fez outra declaração à imprensa, na qual lamenta a não contratação do jogador brasileiro. Ainda em sua declaração, Messi disse que o Barcelona tem “elenco espetacular, cheio de opções mesmo sem Neymar”.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix