Campo Grande/MS, Sexta-Feira, 15 de Dezembro de 2017 | 20:22
27˚
(67) 3042-4141
Nacional
Sexta-Feira, 03 de Março de 2017, 19h:15
Tamanho do texto A - A+

Bruno Fernandes sai da cadeia após 6 anos e 7 meses

Goleiro deixa o presídio em Santa Luzia (MG), ao lado da mulher Ingrid Calheiros

Flavia Andrade
Capital News

Renata Caldeira/TJMG

Goleiro Bruno

Goleiro Bruno

Em 2010, Bruno foi apontado como principal suspeito do assassinato de Eliza Samúdio, três anos depois foi condenado a 22 anos e 3 meses de prisão por homicídio triplamente qualificado. Na sexta-feira (24), Bruno foi solto, pela demora da justiça em encerrar o caso.

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, considerou o fato de que o goleiro é réu primário e tinha bons antecedentes criminais antes do crime. Em entrevista exclusiva a Tv Record, ao programa Domingo Espetacular, Bruno Fernandes, aponta liberdade para 2020, demonstrando que não imaginava poder ser liberado agora.



Ainda segundo o goleiro durante a entrevista, “Eu estou feliz, de ter sido colocado em liberdade, mas ao mesmo tempo eu não estou feliz pelo fato que aconteceu no passado. Fico feliz em ter a oportunidade de recomeçar a minha vida e seguir em frente. Se eu falar para você que eu estou pronto para ir as ruas, eu estarei mentindo, mas estou me preparando para isso”, pontua o goleiro. Ele ainda cita as tentativas de suicídio, e os questionamentos que ele mesmo se fez, na tentativa de encontrar respostas para o fato de estar preso.

De acordo com Bruno, “toda ajuda é bem vinda, e estou me preparando para sentar e conversar sobre as propostas de trabalho. Pretendo trazer bruninho para perto de mim, trazer ele para perto, o destino irá nos colocar cara a cara e irá me fazer explicar a ele o que aconteceu”, conclui Bruno Fernandes.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix