Campo Grande/MS, Terça-Feira, 27 de Junho de 2017 | 16:53
27˚
(67) 3042-4141
CapitalTV
Terça-Feira, 28 de Fevereiro de 2017, 13h:45
Tamanho do texto A - A+

Decreto causa clamor social e prefeito anuncia portaria que regulamenta Uber

Motoristas terão 180 dias para se adequar e regularizar cadastros para continuar trabalhando na Capital

Flavia Andrade
Capital News

 

Prefeito Marquinhos Trad anuncia em coletiva, portaria que regulamenta motoristas do aplicativo Uber. O cadastro será através do CPF e documentação do carro, na Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), o ponto polemico do decreto limitava número de motoristas para 490, o qual anunciou que cada titular poderá cadastrar mais 1 auxiliar totalizando 980 motoristas.

Janine Bruno, presidente da Agetran, Agência Municipal de Transporte e Trânsito, afirma que a agência será responsável pelo cadastramento e fiscalização dos motoristas na Capital.

Wellington Dias, presidente da Associação de Motoristas de Aplicativo de Mobilidade Urbana (AMU), diz que a AMU irá continuar com os tramites legais para derrubar decreto publicado pelo prefeito no diário oficial.

Paulo Pinheiro, Presidente da Associação dos Parceiros de Aplicativos de Motoristas de Transporte de Passageiros e Motoristas Autônomos de Mato Grosso do Sul (APPLIC-MS), diz que as negociações com a agetran e a prefeitura seguem conforme reuniões realizadas anteriormente.

Após coletiva, prefeito Marquinhos Trad, encontrou motoristas da categoria na porta da prefeitura, ouviu as reinvindicações e debateu pontos do decreto, esclarecendo dúvidas e questionamentos, convocando todos para as sessões que serão realizadas na Câmara durantes os próximos 180 dias para levantar possíveis adequações ao decreto.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix